Construtora famalicenses arranca muito em breve com obras do novo ‘campus’ de música e artes da ARTAVE e CCM

GABRIEL COUTO inicia construção de novo Conservatório em Famalicão

GABRIEL COUTO inicia construção de novo Conservatório em Famalicão

Pub

 

 

A construtora GABRIEL COUTO, de Vila Nova de Famalicão, vai finalmente dar início à empreitada de construção do novo Campus de Ensino Profissional e Artístico que vai nascer na zona de implantação do edifício da antiga fábrica de metalomecânica Cegonheira, inserida na área das escolas, junto à Escola Secundária D. Sancho I. A obra, da responsabilidade da ARTAVE – Escola Profissional Artística do Vale do Ave, e do CCM – Centro de Cultura Musical, irá deverá contribuir sobremaneira para o desenvolvimento futuro da cidade e da região.

O início dos trabalhos, que contam com um elevado suporte finaceiro do Município de Famalicão, decorre na sequência da emissão do respetivo Alvará de Construção e pela assinatura do Auto de Consignação, esta segunda-feira, 7 de Fevereiro.

O Conservatório de Música e Artes de Famalicão era uma obra desejada há muitos anos pela comunidade famalicense, mais a mais sendo hoje já muitos os jovens que têm vindo a formar-se nesta área e mesmo alguns deles a alcançar sucesso no plano internacional. Das ruínas da antiga Cegonheira, histórica empresa metalúrgica instalada na cidade famalicense, nasce agora este novo complexo escolar, que vai sedimentar o trabalho artístico que estas instituições de Ensino Profissional Artístico, de referência nacional e internacional, têm desenvolvido há mais de três décadas no concelho de V. N. de Famalicão.

Aurora Arquitectos projetam nova escola artística de Famalicão

O projeto de arquitetura tem a assinatura do atelier de arquitetura Aurora Arquitectos. Na sua conceção procurou-se manter a memória histórica do que foi este local e as suas origens relacionadas com a antiga empresa de metalomecânica Cegonheira. Em simultâneo, pretendeu-se dotar os novos edifícios com instalações adequadas para a prática e o desenvolvimento das artes e da música, de forma a valorizar o lugar que a ARTAVE e CCM têm ocupado na vida cultural da cidade de Vila Nova de Famalicão e da região.

Preservar as memórias do que foi em tempos a emblemática Fábrica da Cegonheira é um dos pontos característicos de todo este projeto, ao assegurar alguns pormenores e materiais dos anteriores edifícios. As ruas interiores existentes, enquanto eixos principais de circulação na escola, ou os espaços de repouso e de lazer dos operários da antiga fábrica, assumirão agora funções semelhantes para os estudantes desta instituição.

O novo campus promete intensificar e enriquecer ensino artístico em Famalicão

A  reconstrução efetuada a partir de um edifício que faz parte da memória coletiva das gentes famalicenses dará origem a mais de seis dezenas de salas de aula e de ensaio, de diferentes tipologias, auditórios, biblioteca e zonas administrativas que vão permitir intensificar e enriquecer o já valorizado ensino profissional da música em Famalicão.

“Este é um momento de viragem para alcançar um novo patamar”, salientou José Alexandre Reis, atual diretor da ARTAVE e do CCM. “A nova escola terá condições para uma intervenção maior da ARTAVE na cultura em Famalicão, posicionando-se também como um centro de eventos de nível mundial, quer no domínio cultural quer no domínio educativo.”

O edificado desenvolve-se numa zona urbana de grande centralidade, integrando o núcleo escolar da cidade, estando inserido na Área de Reabilitação Urbana de Vila Nova de Famalicão. Com quatro pisos acima do solo e um subterrâneo, o novo complexo escolar terá uma área bruta de construção de aproximadamente 9.500 m2, com 47 salas de dimensões médias com áreas que oscilam entre os 18 e os 50 m2, e 16 salas de maior dimensão com áreas entre os 60 e os 320 m2, para além de estar dotado de diversos espaços para exposições e zonas de auditórios, constituídas por um grande auditório com uma capacidade de 450 lugares, um segundo com lotação para 200 pessoas e quatro salas de ensaio que poderão ser transformadas em auditórios de 120 lugares.

Investimento de futuro lançado no tempo de Paulo Cunha

A primeira pedra deste novo equipamento educativo e cultural foi lançada a 8 de Julho de 2021, pelo então ainda presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, em cerimónia em que também foi assinado o Contrato da Empreitada com a empresa construtora GABRIEL COUTO.

O valor total deste investimento referente construção doeste novo campus de Ensino Profissional e Artístico ronda os 6,5 milhões de euros, tendo a Câmara Municipal de Famalicão aprovado apoio financeiro à ARTAVE e ao CCM, que suportará parte do investimento e cedido o direito de superfície do prédio urbano que detinha, por um prazo de 50 anos e que constitui uma parcela do terreno destinado à obra que albergará a zona expositiva, um pequeno auditório e a incubadora das indústrias culturais e criativas.

GABRIEL COUTO orgulha-se da relevância e simbologia do Projeto

Com méritos reconhecidos no setor da construção, tanto a nível nacional como internacional, para a GABRIEL COUTO a adjudicação deste desafiante projeto, surge no seguimento de uma aposta muito forte do grupo no sector privado nestes últimos anos, sendo este mais um grande desafio a ser executado num prazo e tempo muito exigente.

“A adjudicação da construção deste futuro complexo escolar à nossa empresa é um grande motivo de orgulho, tratando-se de um Projeto emblemático e simbólico, não só para a instituição ARTAVE, mas também para o próprio concelho e região. É também um sinal inequívoco da Confiança que a ARTAVE teve na GABRIEL COUTO, tendo em conta a sua elevada experiência e vastíssimo portfólio de obras na área da educação, com a construção de vários estabelecimentos de ensino, públicos e privados, ao longo da sua história”, considera Daniel Costa, diretor comercial da construtora famalicense.

O ensino artístico e a pandemia

JYSK Portugal - Vila Nova de Famalicão - Lagoa - Atlantic Park - Decoração - Têxteis-lar - Casa - Habitação - Loja - Residência - Morada - conforto - bem-estar - JYSK - JYSK Portugal - Vila Nova de Famalicão - loja - estabelecimento comercial - atlantic park - decoração - têxteis-lar, colchões - roupa de cama - roupa de banho - mobiliário - conceito - 3.0 - hygge - bem-estar - conforto - tranquilidade - preço - desconto - reabertura - investimento - postos de trabalho

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão - comunidade

CIIES de Famalicão acolhe ensino artístico e especializado da dança em regime articulado

Gabriel Couto amplia instalações da Porminho

Construção | Gabriel Couto restaura o Teatro Variedades em Lisboa

Construção Civil | Construtora famalicense ‘Gabriel Couto’ reabilita e aumenta Bairro da Cruz Vermelha em Lisboa

Imagens: 1, 2, 7) GC; 4, 6) ARTAVE; 3, 5) MVNF

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Visite também os nossos anunciantes.

Gratos pela sua colaboração.

JYSK reabre a sua loja de decoração em Famalicão

Conforto e aspecto natural – tendência de decoração para 2022

Dicas para planear uma casa de verão de pequena dimensão

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.