SOS Ucrânia: município, instituições públicas e privadas e sociedade civil articulam chegada de deslocados oriundos da Polónia e Roménia

Braga prepara receção a Ucranianos refugiados da guerra com a Rússia

Braga prepara receção a Ucranianos refugiados da guerra com a Rússia

Pub

 

 

Braga prepara-se para receber, já no final desta semana, 30 refugiados Ucranianos. Estes refugiados foram identificados por um grupo de jovens com ligações à comunidade de Ucranianos residentes em Braga e serão retirados de zonas de fronteira na Polónia e Roménia. Os refugiados da Ucrânia, cujo transporte foi assumido pela Agere, serão recebidos em Braga através de uma parceria estabelecida entre o município Bracarense e várias instituições públicas e privadas locais e a sociedade civil.

No sentido de organizar a viagem e todos os elementos logísticos necessários à recepção destes refugiados na Cidade, realizou-se esta segunda-feira, 28 de Fevereiro, uma reunião que juntou elementos dos vários agentes a trabalhar no terreno nesta área.

Criar condições para acolhimento condigno de refugiados em Braga

O encontro permitiu articular com a empresa de transporte Bracarense ‘EBA‘ a retirada destes cidadãos Ucranianos, que enviará o meio de transporte necessário a 3 de Março, assim como dialogar com os diversos parceiros no sentido de serem criadas condições que garantam o acolhimento imediato dos refugiados e a sua posterior integração, nomeadamente a disponibilização de cuidados de saúde, habitação condigna, emprego e necessidades educativas que possam vir a ter para os seus filhos.

Esta reunião e os grupos de trabalho que dela resultaram demonstram a extraordinária capacidade da sociedade civil se unir e dar uma resposta afirmativa e célere perante a tragédia que está a assolar a Ucrânia. À recepção destes primeiros refugiados seguir-se-ão outras medidas de apoio por parte da comunidade Bracarense à Ucrânia e aos seus cidadãos, de acordo com as necessidades que vão surgindo e a evolução da situação no terreno de guerra.

comunidade - braga - refugiados - guerra - ucrânia - rússia - ucarnianos - polónia - rom+enia - torrestir - município de braga - eba - braga sos ucrânia - ajuda - solidariedade -

Bracarenses articulam esforços solidários

São já vários os movimentos civis de Braga que se estão a unir para ajudar a Ucrânia, nomeadamente o ‘Braga SOS Ucrânia‘ ou a empresa de transportes Torrestir, que estão a angariar bens de primeira necessidade em múltiplos pontos de recolha e a garantir que estes chegam a quem mais precisa.

Na reunião promovida pelo Município de Braga e a que os Bracarenses aderiram para articularem esforços solidários com os Ucranianos estiveram presentes a Braga SOS Ucrânia, a Junta de Freguesia de São Victor, a Junta de Freguesia de São Vicente, a União de Freguesias de São Lázaro e São João do Souto, a CIM Cávado, a Virar a Página, a Transportes EBA, o Grupo de Escutismo, a Associação Empresarial de Braga, o Lions Clube de Braga, a Cáritas de Braga, a Cruz Vermelha de Braga, o ACES Braga, o Instituto de Segurança Social e a Comunidade Ucraniana.

JYSK Portugal - Vila Nova de Famalicão - Lagoa - Atlantic Park - Decoração - Têxteis-lar - Casa - Habitação - Loja - Residência - Morada - conforto - bem-estar - JYSK - JYSK Portugal - Vila Nova de Famalicão - loja - estabelecimento comercial - atlantic park - decoração - têxteis-lar, colchões - roupa de cama - roupa de banho - mobiliário - conceito - 3.0 - hygge - bem-estar - conforto - tranquilidade - preço - desconto - reabertura - investimento - postos de trabalho

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão - comunidade

Raclac lança Missão de Solidariedade com o povo da Ucrânia

Paz no Mundo! – Rússia e Ucrânia amigas em Famalicão

Imagens: 0) Agere, 1) MBRG

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Visite também os nossos anunciantes.

Gratos pela sua colaboração.

Rússia: 3 sugestões de leitura para entender a nova Guerra Fria

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.