‘Como o secretário-geral do Partido Social Democrata pisca o olho sem distinção nem critério, ora à direita, ora à esquerda, os PSDs devem temer o pior’

Para Rui Rio a democracia é um chá dançante

Para Rui Rio a democracia é um chá dançante

Pub

 

 

Eu cá não sei se o faz por estratégia ou por se sentir bem naquela pele. Certo é que Rui Rio, o secretário geral do Partido Social Democrata (PSD) se tem destacado nos debates, e não propriamente por boas razões. Entrou na dança com vontade de ser coroado rei do baile e acredita que deve dançar com todos & todas só para mostrar que se ajusta a toda a dança e a qualquer par. Rui Rio diz-se social-democrata, mas é na valsa liberal que mostra todo o seu salero; diz que quer ser o novo rei do baile mas dispõe-se a cair nos braços do atual soberano e a deixar-se conduzir, com a condição de serem eles a ocuparem todo o salão de baile.

A democracia como chá dançante de quem se acha mundano sem nunca ter saído do quintal

Para Rui Rio a democracia é um chá dançante. Ora se o chá aquece e a democracia arrebita, pela parte que lhe toca vai de dançar, democraticamente, com quem quer que lhe pisque o olho – mais democrático ainda: quando não piscam, pisca ele, ora à direita, ora à esquerda, sempre com o mesmo sorriso de gajo disponível para qualquer coboiada. As ideias importam pouco, vendo bem quase nada. É por isso que Rui Rio se dispõe a discutir tanto a pena de morte (com o Chega) como a aplicabilidade do Rendimento Básico Incondicional (com o Livre), em ambos os casos recorrendo ao que entende ser a «racionalidade argumentativa», na verdade fazendo uso da mais profunda banalidade, da conversa serôdia de quem se acha mundano sem nunca ter saído do quintal.

Rui Rio pisca o olho sem distinção nem critério

Rui Rio nunca rejeitará o Chega pela simples razão de que nunca rejeitará qualquer par que possa fazer dele o bailarino coroado. Com medo de ficar sozinho no final do baile, está disposto a ir com qualquer um, sem cuidar das ideias que defendem ou dos valores por que se batem. Neste cenário os PSDs devem temer o pior. O mais certo é que Rui Rio, este grande líder, tão recentemente aclamado, acabe estuprado pelo Ventura ou então amantizado com o Costa. Enfim, ninguém se deve surpreender. Há muito tempo que se sabe que é o que costuma acontecer a quem passa o baile inteiro a piscar o olho sem distinção nem critério.

Chá, uma bebida cada vez mais apreciada

A cassete e o cassetete de António Costa

Obs: texto previamente publicado na página facebook de Luís Cunha, tendo sofrido ligeiras adequações na presente edição.

Imagem: Fernando Veludo

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Visite também os nossos anunciantes.

Gratos pelo apoio e colaboração.

Votar Rui Rio a Primeiro-Ministro

Rui Rio e o serviço público

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.