Novo investimento de 145 milhões de euros na rede viária do país ajuda a desenvolver balança comercial e economia do país da África Ocidental

Gabriel Couto voa do Porto para o Gana

Gabriel Couto voa do Porto para o Gana

Pub

 

 

A Construtora Gabriel Couto, de Famalicão, entregou no final de 2021 à ANA – Aeroportos de Portugal a extensão do taxiway do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, e viu, quase na mesma altura, serem-lhe adjudicados pelo Governo do Gana, país situado na região da África Ocidental, dois novos contratos de infraestruturas em obras públicas na rede viária deste país no valor de 145 milhões de euros.

Contrato de 30 milhões de euros cumprido integralmente no Aeroporto Sá Carneiro

A execução e o cumprimento escrupuloso de todos os parâmetros exigidos no caderno da obra constavam na lista de encargos da ampliação do aeroporto situado em Pedras Rubras, na Maia, perfizeram cerca de 30 milhões de euros de trabalhos contratados. Com a expansão de 1300 metros à via de circulação que liga a pista e a placa de estacionamento de aviões, será possível uma maior sequência de descolagens e aterragens, acompanhadas com uma saída rápida da pista. Segundo Thierry Ligonnière, CEO da ANA – Aeroportos de Portugal, esta obra ora terminada  pela construtora Gabriel Couto ‘vai incrementar substancialmente a eficiência e a capacidade do aeroporto do Porto’.

Das redes aéreas em Portugal para as redes viárias no Gana

Apostada em crescer em mercados emergentes, a Gabriel Couto participou num concurso internacional promovido pelo Ministério das Infraestruturas Rodoviárias do Gana, e saiu como vencedora numa obra que visa melhorar a rede viária deste país.

gana - construção - obras públicas - gabriel couto - porto - famalicão - aeroporto - estradas - infraestruturas - aeroporto francisco sá carneiro

Escoamento de ouro e produtos agrícolas vitais para o Gana

Com 66 quilómetros de extensão, a estrada que liga Tarkwa a Nkwanta, passando por Agona, três importantes cidades do Gana, é a obra de maiores dimensões que terá de ser entregue no prazo máximo de 1095 dias, equivalente a três anos. Esta empreitada, orçada em 95 milhões de euros, é vital para o desenvolvimento das três cidades, bem como para a dinamização económica do país, especialmente no que respeita à exportação de minérios, em particular o ouro.

Tarkwa é, de facto, conhecida por possuir e dar o nome a uma grande mina de ouro a céu aberto, uma das maiores do sul de Gana, onde são produzidas aproximadamente 24 toneladas de ouro por ano e ainda a mina de ouro Iduapriem localizada a 10 quilómetros do sul da cidade. Agilizar o transporte do ouro para acelerar a sua exportação é vital para a economia do país e ajudar a equilibrar a balança comercial.

Em simultâneo, a Gabriel Couto vai reconstruir também a estrada que liga Bechem a Akumadan, numa distância de 40 quilómetros, que deverá estar concluída em 730 dias. Este investimento de 50 milhões nesta infraestrutura é também muito relevante no desenvolvimento económico da região, marcada predominantemente pela produção agrícola. Localizada na zona central do Gana, esta área é muito rica em produção de tomate e outros produtos agrícolas que necessitam de ser escoados para zonas mais carenciadas do país.

As infraestruturas ora confiadas à construtora portuguesa são fundamentais para o desenvolvimento social e económico de um país que mantém laços com Portugal desde o Século XV e com enorme potencial de crescimento e desenvolvimento, mas ainda com muitas fragilidades estruturais.

Gabriel Couto consolida a sua marca no continente africano

Para a Gabriel Couto é mais um concurso internacional que ganhou numa área do Globo onde as necessidades são muitas, mas também é muito forte a presença das grandes construtoras mundiais. «O cumprimento rigoroso de todos as alíneas dos contratos assinados e a qualidade evidenciada das obras é também uma imagem da nossa marca que vamos espalhando pelo continente africano», sustenta Tiago Couto, diretor da construtora e responsável pelos projetos internacionais e de infraestruturas da empresa de Vila Nova de Famalicão.

Recorde-se que a Gabriel Couto está na Zâmbia e Moçambique, países da África Oriental, tendo concluído nos últimos anos varias empreitadas em Essuatíni, ex-Suazilândia, na África Austral. Assim  a construtora famalicense regressa à África Ocidental, depois do êxito conseguido na reconstrução de estradas no Senegal, reconstruindo agora estradas fundamentais para o desenvolvimento do Gana, país que tem vindo a ser alvo da atenção de outras empresas portuguesas.

Cibercrime, a maior preocupação das empresas em 2022

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - jornal diário digital generalista de âmbito regional

Famalicão cresce para Norte com novo empreendimento imobiliário

Famalicão em Transição sugere alterações à nova urbanização de Gavião

Turismo, imobiliário e construção lideram nascimento de empresas

Imagens: GC

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Visite também os nossos anunciantes.

Gratos pelo apoio e colaboração.

1º Direito beneficia Bairros dos Pescadores de Caminha e V. P. de Âncora

Uma das maiores residências universitárias do país vai ser construída em Lisboa pela Gabriel Couto

Trocar a indignação pela ação

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.