Para lá dos encontros online do clube do livro Heróides destinados a debater e a promover obras que dão voz à mulher, em 2022 serão realizados encontros presenciais em Torres Vedras e Vila Nova de Famalicão

Sara Barros Leitão prossegue divulgação de literatura feminista

Sara Barros Leitão prossegue divulgação de literatura feminista

Pub

 

 

Sara Barros Leitão vai prosseguir a divulgação de obras maiores da literatura feminista em 2022. Para o efeito, a atriz, nascida em 1990, no Porto, vai continuar a realizar encontros online no seu clube do livro feminista Heróides, que terá uma 2ª edição em 2022. Lançado no início de 2021, com sessões mensais online, este projeto da Cassandra, uma estrutura artística lançada por Sara Barros Leitão, trará agora algumas novidades, nomeadamente, dois encontros presenciais, um em maio, em Torres Vedras, e outro em novembro, em Joane, no concelho de Vila Nova de Famalicão. Tal como nos encontros online, os presenciais são de participação aberta e gratuita.

“Na lista de livros propostos para este ano figuram títulos como O coração é um caçador solitário, de Carson McCullers, Um quarto que seja seu, de Virginia Woolf, Rapariga, Mulher, Outra, de Bernardine Evaristo, ou Inferiorde Angela Saini”, revela Marisa Sousa no Blogue Somos Livros, mas alguns dos títulos continuam ainda por escolher, apesar de as datas se encontrarem agendadas. “Gisela Casimiro, Andrea Peniche, Angélica Varandas ou Faranaz Keshavjee são algumas das convidadas responsáveis pelas escolhas. Nos meses em que ocorrerão os encontros presenciais, o objetivo é passar a tarde a ler em conjunto os livros As Novas Cartas Portuguesas, de Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa, e As Mulheres do Meu País, de Maria Lamas”, acrescenta ainda.

Este projeto nasceu no final de 2020, quando Sara Barros Leitão subiu ao palco do Teatro Nacional D. Maria II para receber o Prémio Revelação TNDMII/Ageas e anunciou que iria destinar os 5 000 euros que acabara de receber à criação de um clube do livro feminista. O nome Heróides foi inspirado no livro homónimo de Ovídio, que integra vários poemas epistolares assinados pelas heroínas da mitologia grega e romana, endereçados aos amantes que as maltrataram, sendo este livro muitas vezes descrito como uma obra de autoria masculina e voz feminina.

“Apesar de seguir uma receita simples, os resultados surpreendem, contando-se um total de 4.188 pessoas inscritas num ano”, indica a organização no balanço do primeiro ano. Uma das premissas deste projeto é desafiar as pessoas a procurarem os livros nas bibliotecas ou a adquirirem-nos em alfarrabistas ou pequenos livreiros. Todos os livros escolhidos devem estar traduzidos para português e devem custar menos de 20 euros, para que seja mais acessível a todos os interessados em participar. Esta segunda edição tem curadoria partilhada entre Sara Barros Leitão e Andreia Nascimento, que participou em todas as sessões do último ano e que agora se junta à equipa.

heróides - clube do livro - literatura feminista - mulher - mulheres - 12 livros, 12 encontros, 12 convidadas - sara barros leitão

 

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

Três Marias: a censura de “Novas Cartas Portuguesas”

‘O Alegre Canto da Perdiz’ antecipa futuro de esperança para Moçambique

‘A Casa dos Espíritos’, de Isabel Allende, regista a memória da barbárie chilena

Literatura | ‘Pássaros Feridos’, de Collen Mc Cullough, é um romance de mulheres verdadeiras heroínas

Imagem: Filipe Ferreira

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Obs: envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.