Encenação de Cândido Sobreira venceu a 1ª edição da Bolsa de Criação de Teatro Amador da rede cultural TEIA, dinamizada pelo Teatro do Noroeste de Viana do Castelo

‘A Furgoneta’ do Teatro de Balugas pára no Theatro Gil Vicente

‘A Furgoneta’ do Teatro de Balugas pára no Theatro Gil Vicente

Pub

 

 

A Furgoneta, um espetáculo do Teatro de Balugas com texto e encenação de Cândido Sobreiro, regressa ao palco de Theatro Gil Vicente, em Barcelos, no dia 18 de dezembro, pelas 21h30. 

Estreada em setembro de 2020, no Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo, A Furgoneta venceu a primeira edição da Bolsa de Criação de Teatro Amador da rede cultural TEIA, dinamizada pelo Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana.

Teatro de Balugas confronta o público com o abandono do mundo rural

À boleia da furgoneta, somos confrontados com a desertificação e o abandono do mundo rural. No retrovisor, já se avistam escavadoras! É também a história de Romão e do irmão que decidem reformar o negócio do pai, homem com milhares de quilómetros feitos pelas aldeias do Minho. Mas agora o negócio é outro: a furgoneta que vendia tudo e mais alguma coisa passa a startup, e a compra de uma simples faca, que dava para estonar batatas e cortar o pescoço ao frango, já não é feita da mesma maneira. Confrontados por um modo de vida que está a chegar ao fim entre os últimos fregueses e os velhos vendedores ambulantes, os dois irmãos veemse divididos entre o progresso tecnológico e os que ainda resistem nas aldeias à espera da buzina estridente e dois dedos de conversa.

A lotação do espetáculo de teatro A Furgoneta, no Theatro Gil Vicente, em Barcelos encontra-se esgotada.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

Festival Transfronteiriço PLATTA arranca com espetáculos esgotados

Teatro de Balugas a caminho do Mondial du Théâtre no Mónaco

Os caminhos do Teatro do Noroeste

Imagem: TdB

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Dança de signos: escrever para teatro, lendo Rui Pina Coelho

João Botelho afirma e filma o que lhe vai na cabeça e no coração

Pub

Categorias: Agenda, Barcelos, Cultura, Teatro

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.