Setor bancário assume papel central na aplicação do PRR e na recuperação da economia

CGD debate em Barcelos perspetivas para o futuro do País

CGD debate em Barcelos perspetivas para o futuro do País

Pub

 

 

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) escolheu Barcelos como local do mais recente Encontro Fora da Caixa. O Encontro decorreu, esta terça-feira, 16 de novembro, no Auditório dos Paços do Concelho, e pretendeu discutir “a importância da inovação empresarial, o seu ecossistema e a importância do turismo, bem como o desafio subjacente à criação da identidade singular de uma região no panorama nacional e europeu”. Paulo de Macedo, o presidente da Comissão Executiva da CGD, foi um dos principais oradores, juntamente com Fernando Alexandre, economista e coordenador do novo estudo sobre o futuro da economia portuguesa, da Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS). O Encontro Fora da Caixa de Barcelos congregou ainda esforços de diversos participantes de relevo nos planos institucional e empresarial. Simbolicamente, Mário Constantino, o presidente da Câmara Municipal de Barcelos, que acolheu o evento, ofereceu ao presidente da instituição bancária peças do Figurado de Barcelos e literatura sobre a história da cidade e seu concelho.

A abertura do Encontro Fora da Caixa de Barcelos esteve a cargo de Paulo Moita de Macedo, sendo a apresentação e condução dos painéis realizada pelo jornalista da Rádio Renascença, José Pedro Frazão. O encerramento coube, por sua vez, ao músico Pedro Abrunhosa, que neste Encontro esteve à conversa com António Cunha, Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte.

É fundamental executar o PRR

Paulo Moita de Macedo, presidente da Comissão Executiva da CGD, assegurou a abertura da conferência com uma ampla reflexão macro-económica, tendo defendido que é ‘fundamental’ executar o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para a retoma económica do país e sublinhando, em simultâneo, a necessidade de proceder a indispensáveis correções, uma vez que, estando em causa “números muito grandes”, Portugal não se encontra em condições de os desperdiçar, salientou o ECO – Economia Online, em artigo da Agência LUSA.

Segundo Paulo de Macedo, o setor bancário, designadamente ‘a Caixa, assume papel central na retoma da economia’. ‘A economia tem muita liquidez, nós temos hoje o maior nível de depósitos da história. Temos aumentos de depósitos de instituições, empresas e particulares. Nunca houve tanta liquidez na economia”, acrescentou.

Um novo paradigma para o desenvolvimento da economia portuguesa

Seguiu-se uma intervenção de Fernando Alexandre, coordenador do estudo “Do made in ao created in: um novo paradigma para a economia portuguesa”, acabado de ser dado a conhecer pela FFMS ao grande público em outubro de 2021.

O estudo debruça-se sobre sete áreas consideradas estratégicas: ambiente económico, sistema científico e tecnológico, qualificações e mercado de trabalho, PME inovadoras, território e infraestruturas, investimento direto estrangeiro e cadeias de valor globais e estratégia nacional para o mar. Neste estudo é proposto um novo paradigma, para o desenvolvimento da economia portuguesa, que passa por uma aproximação do sistema científico à indústria, por condições para surgirem empresas inovadoras, sem esquecer as ligações do país.

Fernando Alexandre, igualmente membro do Conselho Económico e Social (CES) e ex-Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Administração Interna no XIX Governo Constitucional, liderado por Passos Coelho, esteve ainda à conversa com Francisco Assis, Presidente do (CES) e José Pedro Frazão, jornalista da Rádio Renascença que assegurou a moderação.

O Galo de Barcelos e o desenvolvimento turístico de Barcelos

O potencial de desenvolvimento da região de Barcelos, enquanto destino de turismo criativo, tendo em conta o património associado ao símbolo do turismo português “O Galo de Barcelos”, com as suas principais atrações turísticas: no artesanato (olaria de galos), no Caminho de Santiago, na gastronomia e vinhos (o galo assado da lenda e o vinho verde) e na feira semanal (medieval) foi o tema da conversa, entre Francisco Gonçalves, professor e co-autor deste estudo do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave e José João Guilherme, Administrador Executivo da Caixa Geral de Depósitos.

Celoplás e Ímpetus debatem “O Papel do Ecossistema na Inovação Empresarial”

A outra sessão desta conferência integrou ainda um outro painel dedicado ao tema “O Papel do Ecossistema na Inovação Empresarial”. José Pedro Frazão mediou, desta feita, a conversa entre Ana Cortez, Diretora do Departamento de Investigação e Desenvolvimento do Grupo Celoplás; Ramiro Brito, Vice-Presidente da Associação Empresarial do Minho; Rui Vieira de Castro, Reitor da Universidade do Minho; Alberto Figueiredo, PCA do Grupo Impetus e Francisco Cary, Administrador Executivo da Caixa Geral de Depósitos.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

Imagem: M BCL

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Portugal favorece ambiente criptoamigável no país

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.