Henrique Pereira ganha categoria Indústria com Sistema de Gestão, Controlo e Automação de Recursos Elétricos

Aluno da CIOR vence ‘O meu projeto é empreendedor – Indústria’

Aluno da CIOR vence ‘O meu projeto é empreendedor – Indústria’

Pub

 

 

Henrique Pereira, ex-aluno do curso de Eletrónica, Automação e Comando da Escola Profissional CIOR, foi o vencedor, na categoria indústria, do concurso “O meu projeto é empreendedor”, com o projeto concebido no âmbito da sua prova de aptidão profissional: Sistema de Gestão, Controlo e Automação de Recursos Elétricos no edifício da CIOR.

A sessão solene e cerimónia de entrega de prémios teve lugar na Casa do Território, no Parque da Devesa, em Famalicão, na tarde desta sexta-feira, 12 de novembro.

Projeto de Henrique Pereira inova gestão de recursos energéticos

O projeto em questão contribui para uma utilização, monitorização e gestão eficientes da energia nas instalações e equipamentos da Escola nos domínios da iluminação, funcionamento, ar condicionado, sistema de vídeo vigilância e intrusão. Através de um controlador central, composto por um minicomputador e um sistema operativo específico para o efeito, é assegurada toda a gestão, controlo e comunicação entre os inúmeros dispositivos elétricos.

De forma simples, flexível, acessível, mas robusta, o projeto contribui para reduzir consumos com ganhos económicos e ambientais em linha com processos de descarbonização, conforme referiu Henrique Pereira para quem, para além do valor dos 500 euros recebidos, vê no prémio um “reconhecimento e estímulo, mas também um desafio para continuar a inovar e a empreender”.

Refira-se que a CIOR teve também o projeto” Mesa de Vácuo”, do aluno Rúben Loureiro, do curso de Produção Metalomecânica, como um dos 6 finalistas selecionados na mesma categoria.

Rede Famalicão Empreende saber fazer dos alunos e respetivas escolas

Paula Pereira, membro da direção da CIOR, salienta que as sucessivas edições deste projeto enformado por um concurso e promovido pela Câmara Municipal de Famalicão, no âmbito da Rede Famalicão Empreende, lançada em 2014, são uma “oportunidade para que as escolas e os alunos valorizem, cada vez mais o “saber fazer”, baseado no trabalho de projeto, como a dimensão mais favorável para o desenvolvimento de competências multidisciplinares facilitadoras para o ingresso no mercado do trabalho ou prosseguimento de estudos”.

O projeto contou com o apoio financeiro da Arga Tintas.

CIOR, projeto educativo com identidade própria completa 30 anos

Famalicão abre candidaturas a Bolsas de Estudo ao Ensino Superior

Imagens: AM

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Dias à Mesa regressam a Famalicão com sabores reconfortantes

‘Famalicão your place’ em destaque no Portugal Smart Cities Summit

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.