Reinvenção da banda barcelense garante aposta ganha no panorama musical português

Glockenwise cantam ‘Plástico’ bem vivo e orgânico em Guimarães

Glockenwise cantam ‘Plástico’ bem vivo e orgânico em Guimarães

Pub

 

 

Numa noite de temporal, os Glockenwise lotaram e aqueceram o Café Concerto do CCVF, em Guimarães, na última sexta-feira do mês de Outubro. «Sempre assim» serviu de mote para ainda rodar o último álbum de originais da banda – «Plástico» -, já de 2018, num acerto de datas, e de saudades, da banda com o público vimaranense e alguns «amigos e fans» incondicionais de Barcelos que se deslocaram ao berço da nação, facto consubstanciado pelas interacção entre o Nuno Rodrigues e o público no plano das «bocas» trocadas. 

PLÁSTICO, agora apresentado em Guimarães pelos Glockenwise, é um disco de mudança de paradigma e chegada à idade adulta. Na altura anunciou-se como “vontade de mudar e de ter passos para dar”, tendo sido considerado um um ‘disco notável‘. É assim que também o vemos e ouvimos.

Nuno Rodrigues, frontman animador sedento de som e alguns passos de dança, agitou desde logo as hostes ao apelar ao público para se levantar das mesas e juntar à banda ocupando os lugares cimeiros em frente ao palco. Como não podia deixar de ser, hits como «Moderno» e «Dia Feliz» não faltaram, fazendo jus ao disco considerado pela crítica como o melhor álbum do ano e o primeiro todo ele cantado em português pela banda.

O concerto teve o seu terminus com o regresso a um passado que já conta 10 anos, com o single ‘Heat/Calor’.
Fica a promessa de Nuno Rodrigues, Rafael Ferreira e Rui Fiúza voltarem a visitar os amigos vimaranenses.

Os Glockenwise tinham apenas 16 anos quando começaram a fazer música, herdando o espírito da famosa “cena de Barcelos”. Depois de três álbuns, “Bulding Waves” (2011), “Leeches” (2013) e “Heat” (2015), apostaram tudo em reinventar-se e, sem dúvida alguma, ganharam.

glockenwise - nuno rodrigues - concerto - ccvf - guimarães - 2021

Sons cubanos de La Dame Blanche põem Guimarães em brasa

Dizer SIM à A Garota Não na Devesa

Imagens: AM

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

Domingos Bragança eleito para liderança da CIM do Ave

Domingos Bragança e Guimarães desejam valorizar ‘Portugal, Dia Um’

Imagem: AM

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Categorias: Guimarães, Música

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.