Encontro de Ilustração anima cidade entre 6 e 21 de novembro

Braga em Risco regressa para celebrar a ilustração e a literatura infantojuvenil

Braga em Risco regressa para celebrar a ilustração e a literatura infantojuvenil

Pub

 

 

O Braga em Risco (BER) está de regresso entre 6 e 21 de novembro. Nessa altura, a Cidade transforma-se na capital das artes e da criatividade com a realização de um programa repleto de atividades culturais e artísticas que celebram a ilustração, a leitura e a literatura infantojuvenil.  Para o efeito, a Cidade de Braga recebe um vasto conjunto de ilustradores nacionais e internacionais, propondo-se “descobrir e reconhecer os talentos na área da ilustração e intensificar a consolidação desta mesma expressão artística na cidade”.

O Encontro de Ilustração de Braga, com curadoria do ilustrador Pedro Seromenho, será um espaço de encontro para as famílias, comunidade escolar e para os aficionados da ilustração que vão usufruir de inúmeras atividades a realizar no Edifício do Castelo, na Casa dos Crivos, na Galeria do Paço, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva e na Livraria Centésima Página.

As exposições, performances e oficinas, as apresentações de livros, os mercados, o cinema de animação e as residências artísticas vão envolver mais de uma centena de ilustradores nacionais e internacionais.

Naquela que é a 5.ª edição desta iniciativa organizada pelo Município de Braga, destaque para a Bienal de Ilustração lançada no âmbito da Braga 2021 – Capital da Cultura do Eixo Atlântico e cujo prémio será entregue a 6 de novembro, na Galeria do Paço. A cerimónia inclui a inauguração da exposição dos 51 trabalhos dos 17 finalistas da Bienal que foram desafiados a representar o património material e imaterial do território do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular. De referir que o Prémio Bienal de Ilustração conta com a parceria da Escola Superior de Design do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave e da Associação Galega de Profissionais de Ilustração.

Para lá da exposição e respetivo catálogo com as obras dos 17 finalistas, que pretendem “descobrir e reconhecer os talentos na área da ilustração e intensificar a consolidação desta mesma expressão artística na cidade”, o Braga em Risco 2021 contempla um prémio de ilustração, no valor de oito mil euros.

braga em risco - encontro de ilustração - pedro seromenho

Braga 22 x 22 na Casa dos Crivos

A exposição coletiva “Braga 22 x 22” é outro dos pontos altos do programa, uma iniciativa que conta com a participação de 22 ilustradores nacionais que vão transportar as personagens de 22 fábulas para monumentos e paisagens Bracarenses. Os trabalhos estarão expostos na Casa dos Crivos.

Componente pedagógica e envolvimento do comércio tradicional

A par da forte componente pedagógica, que levará diversos ilustradores às escolas do Concelho na realização de dezenas de oficinas, o BER envolve este ano o comércio tradicional com a decoração de montras na rua do Castelo, rua de S. Marcos e rua do Souto com ilustrações das artistas Anabela Dias, Cátia Vidinhas e Evelina Oliveira.

Manuela Martins, Ricardo Rio, Pedro Seromenho - Braga em Risco - apresentação - encontro de ilustração

O Braga em Risco em números

·        70 mil euros de orçamento

·        Mais de 100 artistas

·        8 Espaços Culturais

·        18 Exposições (individuais, coletivas e instalações)

·        84 Oficinas

·        2 Mercados

·        8 Peças de teatro

·        11 Apresentações de livros

·        8 Horas do Conto

·        1 Tertúlia

·        2 masterclasses

Sebastião Peixoto vence Grande prémio de Ilustração da Bienal de Guimarães

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

governo - secam - ambiente - praia segura - prr

Imagens: BER

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.