Partido interroga Governo e Câmara Municipal: ‘Que avaliações têm sido feitas?’

PAN preocupado com pedreira de Portela em Famalicão

PAN preocupado com pedreira de Portela em Famalicão

Pub

 

 

Tendo em conta queixas recorrentes das populações em face de constantes rebentamentos que podem originar contaminações dos lençóis freáticos e a qualidade do ar, atendendo às poeiras libertadas para a atmosfera da região, o PAN – Pessoas-Animais-Natureza solicitou ao Governo e à Câmara Municipal de Famalicão esclarecimentos relativamente às pedreiras na freguesia de Portela.

Segundo o partido, são recorrentes as denúncias de cidadãos residentes na freguesia da Portela, no concelho de Vila Nova de Famalicão, relativamente ao impacto negativo que as pedreiras, registadas na Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) com os nº 5172 e 5816, têm exercido na saúde e bem-estar da população e no ambiente.

As queixas dos populares são recorrentes em face dos constantes rebentamentos, das possíveis contaminações dos lençóis freáticos e da qualidade do ar afetada pelas poeiras.

Explosão em março passado foi sentida a 5 km de distância

“No mês de março deste ano, uma das explosões colocou toda a população em estado de choque e preocupação pelo grave impacto sentido, sendo que a mesma foi sentida a mais de 5 kms de distância”, assinala Sandra Pimenta, porta-voz do PAN – Famalicão.

Nessa altura, e decorrente de uma ação de fiscalização, a Polícia de Segurança Pública (PSP) apreendeu cerca de 145 quilos de explosivos numa destas pedreiras, pelo que o partido questionou o novo executivo municipal em funções, agora dirigido por Mário Passos, nomeadamente sobre a posição deste em relação a novas ampliações das pedreiras e paralelamente solicitou os pareceres emitidos pelo anterior executivo aquando das últimas ampliações.

Que avaliações têm sido feitas?

Contudo, importa, igualmente, ao partido saber que avaliações têm sido feitas nos últimos anos a esta zona, nomeadamente se os lençóis freáticos foram alvo de análise, que avaliação foi elaborada junto dos aglomerados habitacionais, em relação aos impactos diretos nas habitações e quais as conclusões dessas avaliações e mais concretamente se foi elaborado algum estudo por forma a determinar qual o limite, área e profundidade, de exploração de granito ou outros materiais nesta zona específica. Assim, o Grupo Parlamentar do PAN endereçou igualmente um pedido de esclarecimentos ao Ministro do Ambiente e Ação Climática.

Rio Ave, um projeto para ontem!

Direito a uma identidade e a uma casa para todos os cidadãos

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

governo - secam - ambiente - praia segura - prr

‘Mais do que salvar o planeta, é [preciso] salvar-nos a nós próprios como espécie’

Imagem: Google

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

O tempo dos figos

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Categorias: Ambiente, Famalicão, Política

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.