Conceituada fotógrafa espanhola dá a conhecer visão transcendente da Índia através de um olhar sobre povo e paisagem reveladores de um mundo complexo, fragmentado e aparentemente suspenso no tempo

Cristina García Rodero expõe no coração da cidade de Braga

Cristina García Rodero expõe no coração da cidade de Braga

Pub

 

 

Terra de Sonhos – Ser Mulher na Índia Rural é o título da exposição fotográfica de Cristina García Rodero que estará patente, até 9 de Novembro, no coração da cidade de Braga. Para lá de apresentar a ‘singularidade e assimetria do mundo rural da Índia’, ‘cenário onde o passado se confunde com o presente e o natural com o sobrenatural e com o fantástico’, a mostra desta extraordinária fotógrafa espanhola é sobretudo uma ‘homenagem ao poder de transformação feminino’.

Promovida pela Fundação “La Caixa” em colaboração com o Município de Braga e o Banco BPI, esta é uma exposição que integra um conjunto de 40 imagens de um total aproximado de 67 mil, tendo a seleção para a exposição tido dois critérios: por um lado, o valor artístico da imagem, por outro, a história de cada uma das protagonistas. Do conjunto de fotografias  ressaltam a singularidade e assimetria do mundo rural da Índia.

Através do seu trabalho, a fotógrafa espanhola propõe-nos uma forma particular de ver a Índia, reunindo uma torrente de imagens representativas das comunidades rurais da Índia e cativando pela qualidade composicional e pela vivacidade das suas imagens. Pela mão da fotógrafa Cristina García Rodero, descobrimos o olhar do seu povo e entramos numa paisagem reveladora de um mundo complexo e fragmentado que parece suspenso no tempo.

Cristina García Rodero revela visão transcendente da Índia contemporânea

Através do seu trabalho, Cristina García Rodero propõe-nos uma forma particular de ver a Índia, um mundo complexo e fragmentado. Cada fotografia constrói um código visual coerente e, acima de tudo, transcendente. A imagem transforma-se em arte e derrubam-se as barreiras territoriais em prol dos direitos humanos. A exposição mergulha no que de mais sensível e mágico existe no mundo feminino e na força e capacidade de superação das mulheres de Anantapur (Andhra Pradesh).

Durante um mês e meio, Cristina García Rodero visitou hospitais, abrigos para mulheres vítimas de abusos, oficinas, escolas e casas, obtendo retratos que dão voz a quem muitas vezes esquecido: meninos e meninas, pessoas com deficiência e, muito especialmente, mulheres. Mães, camponesas, costureiras, namoradas de diferentes confissões, professoras, enfermeiras e alunos têm um papel de destaque neste projeto. ‘São rostos anónimos dados ao retrato, histórias delapidadas numa Terra dos Sonhos, uma terra onde apesar da miséria, as pessoas riem, choram e se vestem com as cores mais fortes do planeta’, assinalou Willy López.

Através destas imagens, a fotógrafa pretende dar a conhecer ao público a vida dos habitantes desta zona desconhecida da Índia, bem como mostrar a influência das imagens na sensibilidade contemporânea e destacar o papel dos grandes criadores visuais do século XX na nossa forma de ver o mundo.

“Vemos esses olhares e essas mãos. São olhares que sonham, sim, mas o que é mais importante: exercem o direito de sonhar. O ativismo feminino, organizado em assembleias, é a principal alternativa energética que está a transformar a região de Anantapur. Esta rede de solidariedade – colocada em cena com o apoio da cooperação internacional da Fundação Vicente Ferrer e da Obra Social “la Caixa” – tem possibilitado centros de protecção de mulheres agredidas, cooperativas de autossuficiência, cuidados de saúde em todas as casas, abastecimento de água em cada aldeia e milhares de casas dignas”, escreveu Manuel Rivas no catálogo original da exposição.

Inauguração contou com artista, Artur dos Santos Silva e Ricardo Rio

A exposição foi inaugurada, em Braga, esta Terça-feira, 12 de outubro, na Praça da República, tendo contado com a presença da própria fotógrafa Cristina García Rodero – licenciada em Belas Artes pela Universidade Complutense de Madrid e a primeira espanhola a ser admitida na prestigiada agência de fotojornalismo Magnum -, do presidente da Câmara Municipal, Ricardo Rio, e de Artur Santos Silva, responsável pela Fundação “la Caixa” em Portugal, tem vindo a percorrer, com enorme sucesso, desde 2016, diversas localidades de Espanha, como Mérida, e de Portugal, como Cascais. Terra de Sonhos – Ser Mulher na Índia Rural faz parte do programa “Arte na rua”, através do qual a Fundação “la Caixa” pretende aproximar a arte das pessoas, fora do contexto dos museus ou das salas de exposições, âmbito em que se inserem diversas acções da Fundação ”la Caixa” que mostram a influência das imagens na sensibilidade contemporânea e destacam o papel dos grandes criadores visuais do século XXI na nossa forma de ver o mundo.

braga - exposição - fotografia - Cristina García Rodero - Índia - mulher - mulheres - Fundação 'la Caixa' - Banco BPI - Ricardo Rio - Artur dos Santos Silva - transcendência

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

governo - secam - ambiente - praia segura - prr

Imagens: M BRG

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Pub

Categorias: Agenda, Arte, Braga, Fotografia

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.