Movimento promotor da valorização da Bacia Hidrográfica dos rios Ave, Este e Vizela apontada pelas suas boas práticas promotoras de sustentabilidade relativas aos concelhos de Vieira do Minho, Póvoa de Lanhoso, Vizela, Guimarães, Famalicão,  Santo Tirso, Trofa e Vila do Conde

Viver o Ave nomeado para prémios Guarda-Rios pelo GEOTA

Viver o Ave nomeado para prémios Guarda-Rios pelo GEOTA

Pub

 

 

O Movimento Viver O Ave, que entre outras propostas pretende valorizar a bacia hidrográfica do Ave, Este e Vizela e que tem vindo a avançar com uma proposta de rede de ecovias abrangendo os concelhos de Vieira do Minho, Póvoa de Lanhoso, Vizela, Guimarães, Famalicão,  Santo Tirso, Trofa e Vila do Conde foi um dos cinco nomeados para o prémio Guarda-Rios 2021 promovido pela associação ambiental GEOTA – Grupo de Estudos do Ordenamento do Território e Ambiente.

A votação para este prémio decorre online desde 21 de julho e decorre até 9 de agosto, sendo o seus vencedores divulgado a 23 do mesmo mês. Já a entrega dos prémio ao vencedor, bem como de uma Menção Honrosa ao segundo classificado encontra-se prevista para 1 de outubro, Dia Nacional da Água, durante a Gala Guarda-Rios, atribuído pelo GEOTA. 

O prémio Guarda-Rios, que este ano vê acontecer a sua 2ª edição, é um dos mais importantes prémios ambientais a nível nacional e visa premiar pessoas, grupos ou instituições que se tenham destacado pela implementação de boas práticas de gestão,  defesa e valorização dos ecossistemas ribeirinhos, assim como o envolvimento das comunidades numa perspetiva de sustentabilidade futura. Na presente edição, foram indicadas pelo público do GEOTA 112 entidades amigas da sustentabilidade ambiental.

Viver O Ave nomeado pela sua promoção da bacia hidrográfica do Ave

O Rio Ave e toda a sua bacia hidrográfica são ainda, neste momento, dos rios mais poluídos e com as margens mais subvalorizadas e subaproveitadas do país. Dotado de um invejável património histórico, molinológico, industrial, hidroelétrico e até religioso, o Rio Ave e as suas margens têm todas as condições e potencial para a sua valorização e promoção e aproveitamento turístico e ambiental.

“Este prémio, dado o seu reconhecimento e prestígio a nível nacional, poderá ser uma importante alavanca mediática para a promoção de toda a bacia hidrográfica do Ave, assim como, para alertar as entidades competentes ao mais alto nível para a necessidade urgente de pôr um termo na poluição crónica das suas águas”, refere Gualter Costa, porta-voz do movimento Viver O Ave, satisfeito pela nomeação a este importante galardão.

vila nova online - viver o ave - prémios guarda-rios - geota - sustentabilidade ambiental - antónio cruz

Projetos SEEH2O, EcoSalix, Lousada Guarda-Rios e Peixes Nativos também nomeados

Para lá do projeto Viver O Ave, pelas suas boas práticas encontram-se entre os 5 nomeados a Câmara Municipal de Loures, com o projeto SEEH20 – “um novo olhar sobre o uso da água” -, que apresenta uma visão estratégica na gestão deste recurso essencial à vida; a EcoSalix, uma empresa composta por uma equipa multidisciplinar que aposta na concretização projetos de engenharia natural; o Projeto Lousada Guarda-Rios, que tem como objetivos a conservação e monitorização do estado ecológico dos espaços fluviais do concelho de Lousada; e o Projeto Peixes Nativos, que tem como principal objetivo monitorizar espécies ameaçadas de peixes de água doce.

vila nova online - viver o ave - prémios guarda-rios - geota - sustentabilidade ambiental - município de lousada

vila nova online - viver o ave - prémios guarda-rios - geota - sustentabilidade ambiental - peixes nativos

Também existem Prémios Guarda-Rios de Luto

Como alerta para a necessidade de alteração de alguns comportamentos, o GEOTA criou também o prémio Guarda-Rios de Luto. Entre os nomeados pelo GEOTA encontram-se a Agência Portuguesa do Ambiente, por desempenhar um papel insuficiente nas  responsabilidades de fiscalização e salvaguarda dos recursos hídricos; a Associação de Beneficiários do Mira, apontados como responsáveis pela redução do caudal da água emitido pela Barragem de Santa Clara, resultando numa descida drástica do nível das águas causadores de graves problemas de fornecimento de água para a rega de pequenos agricultores em Aljezur e Odemira; a Câmara Municipal de Coimbra, alvo de contestação devido às ações de desmatamento realizadas na área entre Rebolim e a ponte de Portela; a FabriOleo, alvo de diversas polémicas devido a processos de contraordenação ambiental por descargas ilegais de poluentes para a ribeira da Boa Água; e o Ministério do Ambiente e da Ação Climática, por um conjunto de más decisões, como a aprovação da construção de grandes barragens hidroelétricas, que prejudicam de forma transversal o ambiente.

vila nova online - viver o ave - prémios guarda-rios - geota - sustentabilidade ambiental - escola profissional cior - famalicão

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - viver o ave - prémios guarda-rios - geota - sustentabilidade ambiental

Imagens: 0) José Alves, 1) António Cruz, 2) Lousada Guarda-Rios, 3) Peixes Nativos

VILA NOVA Online: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91 — BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedro costa@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.