Presidente da Câmara Municipal aponta para possibilidade de investimento de mil milhões de euros

Empresários do ramo das energias renováveis interessados em Viana do Castelo

Empresários do ramo das energias renováveis interessados em Viana do Castelo

Pub

 

 

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo referiu que há vários empresários do ramo das energias renováveis interessados em investir na cidade minhota. Em declarações feitas ao semanário Expresso na passada Segunda-feira, José Maria Costa apontou para possibilidades de investimento na ordem dos mil milhões. De acordo com o autarca, as empresas do sector energético pretendem aproveitar “o potencial das renováveis offshore, como as eólicas e a energia das ondas”. Através da instalação dos equipamentos ao largo da costa vianense, o edil prevê “a dinamização da economia local, através da criação de empregos na indústria metalomecânica e na área da investigação e desenvolvimento”.

O interesse por parte de investidores europeus resultou da saída do Reino Unido da União Europeia. A procura de oportunidades dentro do bloco económico europeu tornou Viana “num cenário único na Europa”, afirma o responsável pela agenda da economia do mar, Miguel Marques.

O investimento anunciado pelo Presidente da Câmara Municipal antecede uma conferência dedicada às energias renováveis offshore, com realização prevista para esta Sexta-feira. O evento contará com a presença de várias empresas como a Total, a Ocean Winds, a Corpower ou a Baywa RE. Para além dos futuros investidores, também estarão presentes o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e o ministro do ambiente, João Pedro Matos Fernandes.

“Viana está estrategicamente posicionada entre a Corunha e Setúbal”

José Maria Costa referiu ainda ao Expresso que “está a preparar uma candidatura a fundos do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR)”. De acordo com o edil, o financiamento do PRR visa “tornar o município num centro de testes na área das renováveis”.  Para esse efeito, o autarca irá também realizar uma parceria com universidades portuguesas. De acordo com o consultor Miguel Marques, uma das vantagens dessa parceria será “o acesso a mão-de-obra qualificada”.

Contudo, o responsável pela agenda da economia do mar do Viana do Castelo vê outros factores favoráveis para a cidade minhota. Nas suas palavras, “Viana tem um porto preparado para as energias renováveis e tem estaleiros navais de grande dimensão. Além disso, está estrategicamente posicionada entre a Corunha e Setúbal”.


1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Imagem: D.R.

VILA NOVA Online: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91 — BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedro costa@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

About Author

Pedro Maia Martins

Esposendense de nascimento, barcelense de criação e conimbricense por hábito. Licenciado em Jornalismo e Comunicação pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Colaborou no passado com o Jornal Universitário de Coimbra - a Cabra e com a Revista Via Latina - Ad Libitum. Foi o último editor de País e Mundo do referido jornal. Colabora neste no momento com a Vila Nova Online e a Revista Bica.

Write a Comment

Only registered users can comment.