Equipa renovada, interclassista e intergeracional aberta à sociedade civil famalicense

Agostinho Fernandes dá a mão a Eduardo Oliveira na apresentação dos candidatos do PS Famalicão à Câmara

Agostinho Fernandes dá a mão a Eduardo Oliveira na apresentação dos candidatos do PS Famalicão à Câmara

Pub

 

 

O candidato do Partido Socialista à presidência da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Eduardo Oliveira, congratulou-se no domingo, 20 de junho, pela “equipa politicamente apetrechada” que lidera nestas autárquicas. Numa sessão que serviu para dar a conhecer os candidatos socialistas a vereadores, realizada em Avidos, o também líder da Concelhia famalicense do PS apresentou Agostinho Fernandes, presidente da Câmara Municipal entre 1983 e 2001 e cidadão honorário de Famalicão, como mandatário da sua candidatura.

Numa lista com 17 elementos, com uma média de idades pouco superior a 40 anos, o n.º 2 é o advogado Paulo Folhadela, deputado municipal, ex-presidente da Assembleia de Freguesia de Gavião e membro do Secretariado da Federação Distrital de Braga do PS. Seguem-se-lhe a professora na Escola Secundária Camilo Castelo Branco e ex-deputada à Assembleia da República Maria Augusta Santos, de Lousado, a jovem Juliana Santos, gestora, natural de Bairro e residente em Avidos, e Sérgio Cortinhas, professor, de Joane, a cuja Assembleia de Freguesia já presidiu. Todos os quatro são filiados no Partido Socialista.

Surgem depois dois independentes: a médica pediatra Clara Vieira, que é de Amarante mas vive em Famalicão há 13 anos, desde que passou a integrar o quadro clínico do Centro Hospitalar do Médio Ave, e o laureado ciclista famalicense Tiago Machado, de Vale S. Martinho, mas a residir em Abade Vermoim.

Nos quatro lugares efetivos seguintes figuram os nomes de outros tantos militantes do PS: Jorge Gomes, chefe de finanças, de Ribeirão; Cátia Rodrigues, professora, de Antas; João Freitas, engenheiro eletrotécnico, de Pousada de Saramagos; e Sérgio Sampaio, técnico administrativo-financeiro, de Avidos.

Entre os suplentes estão Inês Lima (independente), optometrista, de V. N. de Famalicão; José Miguel de Oliveira (independente), professor, de Delães; Ana Monteiro, assistente social, de V. N. de Famalicão; Amaro Araújo, taxista, de Riba de Ave; Amândio Silva (independente), engenheiro informático, de Cavalões; e Marta Guimarães, jurista, de Joane.

Paridade de género nos primeiros 6 lugares

Na oportunidade, Eduardo Oliveira não escondeu a sua satisfação pelo facto de o partido ter logrado uma “equipa com energia, focada e que é capaz de transformar Vila Nova de Famalicão num concelho para todos” e composta por “homens e mulheres mais e menos experientes, de diversos quadrantes sociais e profissionais e com várias motivações pessoais”. São oriundos de “diferentes freguesias” e representam “três gerações, com idades que vão dos 23 aos 70 anos”, destacando que “nos primeiros seis lugares há absoluta paridade de género”.

Empenho na mudança

Em nome dos candidatos a vereadores, usou da palavra Paulo Folhadela, para realçar que a candidatura socialista à Câmara de Famalicão “não foi decidida num qualquer gabinete às escondidas”. Todos os elementos da lista, continuou, estão “empenhados em fazer a mudança” e “nenhum […] vai, a meio do caminho, desistir de Famalicão”.

Sublinhou as diferenças entre os socialistas e a atual governação da autarquia, aproveitando para criticar a maioria PSD/CDS-PP nos “episódios recentes” relativos à tentativa de instalar uma antena de telecomunicações nas imediações da Escola EB de D. Maria II e do Lar de S. João de Deus da Santa Casa da Misericórdia de Famalicão, em Gavião, bem como à mudança das hortas urbanas que existiam no Parque da Devesa “às escondidas dos seus utilizadores”.

Verberou também a forma como a Câmara lidou com o projeto das Pateiras do Ave, elaborando-o “nas costas da população”, para posteriormente, em fase de discussão pública, ter de “recuar perante a indignação popular”.

O n.º 2 da lista do PS à Câmara registou, por outro lado, que 20 anos depois de ter assumido o governo municipal, a maioria PSD/CDS-PP “ainda não assegurou uma cobertura da rede de saneamento para todas as habitações do concelho”.

Agostinho Fernandes dá a mão a Eduardo Oliveira

A encerrar – e depois de todos os 16 candidatos a vereadores terem assinado um compromisso de honra, que Eduardo Oliveira resumiu ao “cumprimento da Constituição, da Lei e da Ética Republicana como referenciais fundamentais para a ação política” –, discursou Agostinho Fernandes, que expressou a sua “disponibilidade e empenhamento” em “ajudar o Eduardo e o PS” a vencer as próximas eleições no concelho.

As iniciativas da campanha socialista prosseguem já nesta terça-feira em Joane, com a apresentação dos candidatos à assembleia de freguesia da vila. Será às 21 horas, no Teatro Construção, com a participação de Eduardo Oliveira e do indigitado candidato a presidente da junta de freguesia, Francisco Lima.

ps famalicão - eduardo oliveira - agostinho fernandes - paulo folhadela - eleições autárquicas - município - câmara municipal - candidatos e candidatura

vila nova online - ps famalicão - eduardo oliveira - agostinho fernandes - eleições autárquicas - município - câmara municipal - candidatos e candidatura

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.ps famalicão - eduardo oliveira - agostinho fernandes - eleições autárquicas - município - câmara municipal - candidatos e candidatura

**

VILA NOVA: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91 — BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.