Evento repleto de cor, movimento e alegria decorre no Parque da Devesa sob o formato de Mostra

Feira Medieval e Viking da CIOR regressa a Famalicão

Feira Medieval e Viking da CIOR regressa a Famalicão

Pub

 

 

A exemplo de anos anteriores, a Feira Medieval Ibérica Viking está de volta a Famalicão. Organizado pela Escola Profissional CIOR, o evento, que não se realizou no ano passado por força da crise pandémica, irá decorrer, este ano, excecionalmente, por razões de natureza sanitária, em formato de Mostra, entre 18 e 20 de junho no Parque da Devesa.

O programa conta com atividades e iniciativas de natureza cultural, pedagógica, didática e recreativa. Durante os três dias, os visitantes poderão ainda usufruir de uma forma permanente da recriação de aldeamento do povo viking, com visita guiada todos os dias às 17:00h. Assista a demonstrações de lutas, danças, acrobacias, música, autos de fé, rituais vikings, entre outras atividades, distribuídas por três espetáculos diários que decorrerão às 10h30, 14h30 e 17h30, no recinto do Anima-Te.

Feira Medieval e Viking de Famalicão é desafio de criatividade

Desde a sua 1ª edição, em maio de 2005, que a Feira Medieval, promovida e organizada pela Escola Profissional CIOR com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, se tem afirmado como um evento de recriação histórica e manifestação cultural e recreativa, assumida e vivida pelos famalicenses e milhares de forasteiros da região que a visitam. Concebida numa lógica e prática de trabalho de projeto ou prova de aptidão profissional dos alunos do Curso Profissional de Animação Sociocultural a Feira, pela sua dimensão, crescimento, dinâmica e envolvência, de imediato se afirmou como a Feira de toda a comunidade educativa da CIOR, relevando o seu sentido de pertença, o seu trabalho colaborativo e a sua identidade.

Como trabalho de projeto de alunos, é um evento que põe à prova os seus conhecimentos, capacidades e competências ao nível da organização, programação, planeamento, distribuição de tarefas, logística, trabalho de equipa, cooperação, diálogo e sentido de responsabilidade.

Por outro lado, numa cidade que, por razões da história, não teve a fortuna de crescer em torno de um altaneiro castelo, de uma catedral ou de um convento, arquitetar o palco da Feira Medieval é um desafio de criatividade.

Evento da CIOR pleno de cor, movimento e alegria

Na opinião de Amadeu Dinis, diretor da CIOR, a feira é “uma oportunidade de, a par do (re)ver e interpretar a memória histórica e identitária de um povo e das suas origens, presenciar atos, factos e vivências que estimulam todos os sentidos e emoções”.

O castelo, as lutas, a aldeia, os artífices, as lojas, a alimentação, o vestuário, as armas de guerra, do medo e da tortura, a recreação, a música, os desfiles, os usos e costumes, as diferentes classes sociais e suas representações, o séquito real e os banquetes animados por bobos e jograis despertam perceções e sentimentos únicos aos visitantes que os levam a um diálogo
intergeracional.

Os pais levam os filhos e os avós acompanham os netos nesta festa que transborda cor, movimento e alegria.

Os espetáculos têm entrada gratuita, com levantamento obrigatório de ingressos no local do evento nas 2 horas que antecedem cada evento. Cada pessoa poderá levantar até 6 ingressos.

Com o Santo António regressam o verão e o ANIMA-TE a Famalicão

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Imagens: CIOR

**

VILA NOVA: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91 — BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.