Progredir na carreira profissional inclui reconhecer quando os erros são nossos – e corrigi-los – ou quando são dos outros

Quais os perfis-tipo que nunca prosperam em ambiente de trabalho?

Quais os perfis-tipo que nunca  prosperam em ambiente de trabalho?

Pub

 

 

Todos gostamos de pensar em nós próprios como profissionais-estrela e exemplares, mas há uma realidade incontornável: enquanto algumas pessoas parecem subir de escada rolante até ao topo da carreira, outras há cujo crescimento profissional não evolui da forma desejada. Se entende que o seu crescimento profissional está longe de prosperar, está na hora de se ‘olhar ao espelho’ e descobrir que tipo de profissional é.

Verifique, por isso, se encaixa num dos sete perfis-tipo identificados pela Adecco Portugal que nunca prosperam em ambiente laboral. Reflita, depois, sobre o seu posicionamento laboral e saiba quais os passos que pode dar para modificar algumas posturas e prosperar na carreira profissional, pois está na hora de operar algumas mudanças na sua postura de trabalho para evoluir da forma que deseja. Nestes perfis vai reconhecer que são essencialmente as suas soft skills que pesam a seu (des)favor: trabalhar em equipa é saber constantemente interagir com os outros.

7 arquétipos do profissional ‘estagnado’ na carreira profissional

1 – O inseguro

O seu nível de autoconfiança pode ser o traço de personalidade que está a atrasar e a dificultar o seu crescimento profissional. A sua insegurança e falta de autoestima podem ter um grande impacto na sua carreira.

DICA: Vê-se retratado nesta descrição? Se duvidar frequentemente de si próprio no trabalho, terá de silenciar a sua crítica interior e deixar de pedir desculpa pelos erros detetados. Se duvida de si próprio, catalogue as suas realizações para que possa ver com os seus próprios olhos as áreas em que foi bem-sucedido. A recolha de provas concretas das suas realizações profissionais pode melhorar a sua confiança.

2 – O intriguista

Ninguém gosta de intrigas, mas a realidade é que todos os escritórios têm alguns. No entanto, a divulgação de rumores sobre colegas de trabalho pode ter grandes repercussões. Os mexericos no trabalho prejudicam as relações, não as constroem.

DICA: Ninguém vai confiar num bisbilhoteiro, o que significa que a sua reputação no local de trabalho irá sofrer. Sair do moinho de bisbilhotices e maledicência do escritório permitir-lhe-á reparar relações com colegas que tenha ofendido.

3 – O hipersensível

Tem dificuldade em aceitar críticas construtivas? Está longe de estar sozinho, mas o seu feedback construtivo destina-se a ajudá-lo, não a magoá-lo, e pode ser uma ferramenta valiosa para o seu crescimento profissional. Por conseguinte, é necessário desenvolver uma pele espessa que o impeça de ser uma daquelas pessoas que nunca prosperam no trabalho por causa disso.

DICA: As pessoas que crescem na sua carreira profissional tiveram, provavelmente, muitas críticas e nem todas positivas ao longo do seu percurso. Muito frequentemente, as pessoas hipersensíveis são as suas piores críticas, e isso pode dificultar a aceitação do feedback que recebem e fazer uma mudança positiva. Por isso, terá de aprender a silenciar a sua crítica interior, ouvir realmente o que a outra pessoa está a dizer, por muito desconfortável que isso o possa fazer sentir, e criar um plano de ação sobre como se está a sair no trabalho. Use o feedback que recebe para sair do saco daqueles que nunca prosperam no trabalho.

4 – O seguidor

Se acredita mais no julgamento dos outros, do que no seu próprio, para o guiar nas iniciativas de trabalho, é melhorseguidor, capacho,  preparar-se para assumir que o seu chefe irá escolher outro colega na hora de promover alguém da equipa. Seguramente alguém a quem sabe que pode recorrer e que mostre iniciativa.

DICA: Por conseguinte, chegar-se à frente é estabelecer-se como líder. Independentemente de estar ou não numa posição de gestão, mostrar capacidades de liderança ajuda-o a ganhar visibilidade dentro de uma organização, o que pode levar a mais oportunidades de progresso. A sua melhor abordagem é criar oportunidades que o ajudem a diferenciar-se dos seus colegas de trabalho em vez de os seguir. Para ganhar visibilidade, considere assumir um papel de liderança num comité na sua organização. Precisa de construir primeiro a sua confiança? Começar a falar durante as reuniões da equipa e oferecer-se para liderar um projecto. Não se desvanecer do grupo.

5 – O perfil de baixo rendimento

Para promover o seu crescimento profissional, terá de melhorar o seu desempenho. É in-con-tor-ná-vel!

DICA: A chave para melhorar a qualidade do seu trabalho é obter um feedback construtivo do seu gestor direto sobre a identificação de áreas problemáticas. Descubra porque não está a corresponder às suas expetativas. Se o seu chefe adotar uma abordagem mais descontraída em relação à gestão, terá de solicitar ativamente o seu feedback para passar de um desempenho abaixo do normal para um desempenho acima do normal.

6 – O sabe-tudo

Um sabe-tudo é a primeira pessoa a avaliar qual deve ser o orçamento mensal, quantos artigos a publicar no blogue da empresa, ou como lidar com um cliente difícil. Contudo, estes perfis também podem ser extremamente difíceis de trabalhar porque não gostam de receber feedback e pensam que têm todas as respostas. Acabam por ser pessoas que nunca prosperam no trabalho.

DICA: Soa familiar? Antes de dar a sua opinião, faça uma pausa e ouça realmente o que os outros estão a dizer. Deve permanecer aberto à colaboração e considerar as opiniões de outras pessoas.

O capacho

Está farto de ser pisado pelos seus colegas e chefias? Deixar os seus colegas tratá-lo desta forma pode dificultar a sua seleção para uma promoção, mesmo que seja a pessoa mais qualificada para o trabalho que desempenha.

DICA: A maioria dos ‘capachos’ são pelo menos parcialmente responsáveis pelo seu estatuto de pisoteado. Identificar as razões pelas quais está a ser pressionado (está a evitar conversas difíceis ou a deixar que outros fiquem com os louros do seu trabalho?) para que possa começar a mudar esses comportamentos.

Mudar de atitude ou procurar outro emprego?

Sente-se como se estivesse a ser passado por cima uma e outra vez sem culpa sua? Saber progredir na carreira profissional inclui reconhecer quando os erros são nossos – e corrigi-los – ou quando são dos outros. Depois desta reflexão, caso não se reveja em nenhum destes 7 perfis-tipo talvez esteja na hora de sair de um mau trabalho, encontrando um empregador que valorize as suas contribuições.

Top 10 das profissões mais procuradas nas Tecnologias da Informação

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Imagem: Geralt/Pixabay

**

VILA NOVA: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91 — BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Pub

Categorias: Trabalho

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.