Concerto ‘com a voz aveludada e articulada do trompete’ do catalão acontece a 29 de maio

Orquestra de Jazz de Matosinhos e Òscar Latorre apresentam-se no Teatro Municipal Constantino Nery

Orquestra de Jazz de Matosinhos e Òscar Latorre apresentam-se no Teatro Municipal Constantino Nery

Pub

 

 

A Orquestra de Jazz de Matosinhos (OJM), dirigida por Carlos Azevedo, regressa ao palco do Teatro Municipal Constantino Nery com o ciclo Novos Talentos do Jazz. Desta vez, o espetáculo acontece na companhia de Òscar Latorre, trompetista catalão que aos 26 anos é já considerado uma das grandes promessas do jazz espanhol. O concerto está marcado para o dia 29 de maio, às 21h00, e os bilhetes estão à venda no Teatro Municipal de Matosinhos ou na bilheteira online (bol).Òscar Latorre descobriu o trompete aos 6 anos de idade e desde aí não o largou mais. 20 anos depois, o espanhol já colaborou em vários projectos como músico convidado e lançou dois álbuns em nome próprio. Pathway to Become, editado em 2020 é o seu mais recente disco, e sucede a Textures, de 2017. Segundo Latorre, o álbum nasceu do desejo de “mostrar o que é e procurar o caminho que quer seguir”. No dia 29 de Maio vamos poder ouvir dois temas deste trabalho com os arranjos de João Pedro Brandão e Javier Pereiro.

Concerto com programa apelativo

No concerto espera-se que o trompetista catalão partilhe temas originais, como “Rine’s flow” e “Delusion”, mas também de outros compositores como Wayne Shorter, Mel Lewis, Fred Hersch, Kurt Rosenwinkel, Maria Schneider e Billy Eckstine.

Segundo revelou a OJM, esta tarde “foi o primeiro encontro com os arranjos dos temas originais do músico espanhol, com tudo a que um primeiro encontro tem direito: o encanto e as questões, a surpresa e a intensidade. E foi também um redescobrir de temas que a orquestra já tinha tocado noutros tempos e com outras formações que hoje nasceram de novo com a voz aveludada e articulada do trompete do Òscar”.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

‘Brito Capelo: Memória(s) de uma rua’ em Matosinhos invoca saudade

Imagens: OJM

**

VILA NOVA: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91 — BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Observatório de Cinema Close-Up analisa o ‘Tempo’ em Famalicão

Pub

Categorias: Agenda, Cultura, Música

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.