Celebração da relação material e simbólica entre vinha e paisagem cultural e humana dos vales do Sousa, Douro e Tâmega inicia em Baião, passa por Penafiel e terminará em Lousada

‘Ver do Bago’ nos Mosteiros da Rota do Românico

‘Ver do Bago’ nos Mosteiros da Rota do Românico

Pub

 

 

A partir de 13 de maio, a Rota do Românico é a protagonista e coautora desta viagem em que o Território é a ideia e a Cultura o instrumento, propondo um ciclo de três exposições que celebra a relação material e simbólica entre a vinha e a paisagem cultural e humana dos vales do Sousa, Douro e Tâmega.

Assim, até meados do próximo, viveremos uma trindade de eventos que nos levarão a “Ver do Bago”, como deve ser: devagar e com todos os cinco sentidos através da visita a um notável tríptico de lugares inesquecíveis, em Baião primeiro, em Penafiel a seguir e chegando a Lousada já em 2022.

A primeira exposição deste ciclo, chamada “Ver do Bago nos Mosteiros”, convida-nos, a partir do Mosteiro de Santo André de Ancede, em Baião, a celebrar um verdadeiro brinde entre Deus e os Homens em torno do diálogo entre escultura, pintura e arqueologia, num roteiro interpretativo que evidencia a importância que a cultura da vinha e o consumo do vinho tiveram em todos os momentos da vida destas gentes.

Através do mergulho em quatro espaços expositivos totalmente distintos (o Rio; o Mosteiro; a Adega; e o Lagar), descobriremos preciosas peças, como o tesouro nacional que é o tríptico de São Bartolomeu, só exposto há quase um século (Exposição do Mundo Português, anos 40 do século XX), e experimentaremos duas verdadeiras experiências imersivas.

Já se imaginou a literalmente entrar num copo de vinho? E há quanto tempo não pisa num lagar? E quando antes folheou, leu e coescreveu um livro digital interativo, que nesta exposição começa agora a ser construído e que só terminará com o fim do ciclo das três exposições, daqui a mais de um ano?…

Agora que, finalmente, podemos estar juntos, queremos mesmo estar juntos. Connosco. Com Deus. Com o Homem. Com o Vinho. E com a Arte.


Exposição: “Ver do Bago nos Mosteiros”.

Promotor: Rota do Românico.

Parcerias: Diocese do Porto, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, Direção Regional de Cultura do Norte, Turismo do Porto e Norte de Portugal, Confraria do Vinho Verde, Fundación Santa María la Real del Patrimonio Histórico e TRANSROMANICA.

Cofinanciamento: Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, operação “O Vinho, a Arte e os Homens”.

Ficha Técnica: completa.

Local: Centro Interpretativo da Vinha e do Vinho, Mosteiro de Santo André de Ancede, Baião.

Período: 13 de maio a 12 de setembro de 2021.

Horário: Quarta-feira a domingo: 09h-13h e 14h-17h. [A partir de 2 de junho: 10h30-13h30 e 14h30-18h].

Entrada: Gratuita.

Visita guiada: Marcação.

Programa turístico: Sugestão de 2 dias.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Imagem: RR

**

VILA NOVA: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91 — BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Pub

Categorias: Baião, Cultura, Turismo

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.