Setor atravessa franco crescimento em Portugal mas continua a procurar políticas e incentivos para parcerias globais

Biotecnologia vai ajudar a recuperar a economia da Europa

Biotecnologia vai ajudar a recuperar a economia da Europa

Pub

 

 

A Associação Europeia de Bioindústrias (EuropaBio) e a Associação Portuguesa de Bioindústria (P-BIO), que congrega empresas ligadas ao setor da Biotecnologia e Ciências da Vida em Portugal, organizam, a 10 de maio, o evento “Building on biotechnology: From vaccines to economic growth for Europe“, com o objetivo de discutir de que forma é que as prioridades nacionais e as sinergias entre os diversos países europeus podem convergir para um caminho único de recuperação económica europeia, através da biotecnologia. O evento insere-se no âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da UE e conta com o apoio e a participação do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Manuel Heitor.

A crise da COVID-19 possibilitou a criação de caminhos de desenvolvimento rápido de tecnologia, incluindo parcerias, investimentos e aprovações, para permitir a entrega mais rápida de biotecnologias ao mercado. Embora essa tenha sido uma escala e velocidade únicas e sem precedentes para o desenvolvimento de vacinas, este exemplo mostra que a biotecnologia pode atuar de forma rápida e robusta para ultrapassar grandes desafios mundiais, não apenas ligados à saúde, mas também ao desenvolvimento sustentável. Este evento pretende analisar a resposta do setor da biotecnologia à crise da COVID-19 e discutir como é que a Europa pode continuar este impulso em todos os setores e garantir uma posição global mais competitiva.

Iniciativas como a Autoridade Europeia de Preparação e Resposta a Emergências de Saúde (HERA), a Estratégia Industrial Europeia e o Plano de Ação para a Economia Circular são alavancas para o desenvolvimento das bioindústrias e serão abordadas neste evento. Do evento surgirá um documento de posição da EuropaBio, que servirá de roteiro à construção de iniciativas e políticas que potenciem a biotecnologia e que permitam reforçar a competitividade e a liderança da economia na Europa a partir de políticas e ações nacionais alinhadas e ambiciosas.

Alinhar as prioridades para continuar a construir o poder económico da biotecnologia no futuro

Claire Skentelbery, Diretora Geral da EuropaBio, afirma que “a Europa tem um motor poderoso para garantir uma maior competitividade, através dos seus países membro e parceiros no continente. Esta reunião reflete prioridades e capacidades de países de todos os tamanhos na Europa e ajuda a garantir que todos progridamos juntos”.

Filipa Sacadura, Secretária Geral da P-BIO, parceiro-chave na interligação entre as empresas e os parceiros relevantes do Governo, investidores, agências reguladoras e outras instituições ligadas à indústria, acrescenta que “o setor da biotecnologia em Portugal está em franco crescimento e é fundamental ter políticas e incentivos que potenciem a participação das empresas biotecnológicas portuguesas nas parcerias globais. Esta reunião permitirá alinhar as prioridades nacionais para continuar a construir o poder económico da biotecnologia no futuro”.

Universidade do Minho consolida posição em Famalicão

Tecnologia | P-BIO lança clube de mentoria para apoiar novos projetos e start-ups inovadoras

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Imagem: CDC/Unsplash

**

VILA NOVA: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91 — BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.