Micro e pequenas empresas encontram-se descapitalizadas devido à pandemia

Alojamento Local discorda da retirada de apoios às empresas do Turismo

Alojamento Local discorda da retirada de apoios às empresas do Turismo

Pub

 

 

A ALEP – Associação do Alojamento Local em Portugal, única associação do setor com âmbito nacional, e todo o setor do Turismo foram surpreendidos esta semana com o Despacho Normativo nº 12/2021, ação do Governo que elimina a parcela de apoio a fundo perdido da Linha do Turismo de Portugal de Apoio à Tesouraria das Micro e Pequenas Empresas.

Considera a associação que numa altura crítica, em que as PME do Turismo estão descapitalizadas, após mais de um ano de uma crise profunda, este corte é incompreensível. Relembram que ainda recentemente, o Governo reconheceu a situação crítica do setor e reforçou as medidas de apoio ao Turismo.

Agora, o Governo volta atrás e corta não só o apoio adicional criado, como elimina os 20% de fundo perdido já existentes. O argumento apresentado pelo Executivo para este corte foi o de que o país já se encontra “num contexto de abertura económica” e que, como tal, não faz sentido manter esta parcela não reembolsável. Porém, no próprio texto do despacho, o Governo reconhece que manter o apoio às empresas do Turismo continua a “ser imprescindível na atual fase”.

Alojamento Local e Tursimo vão ainda demorar a regressar

A economia pode estar a reabrir, mas como refere a ALEP – Associação do Alojamento Local em Portugal ‘… é do conhecimento público que o Turismo vai demorar ainda a regressar, pois depende do controlo internacional da pandemia e da reabertura das rotas aéreas’.

Acabar com o apoio de forma generalizada e, numa altura em que as empresas mais precisam é, para a ALEP. um erro. Ainda mais tratando-se do segmento de micro e pequenas empresas já por si muito fragilizado pelas consequências económicas da pandemia.

Os empresários do Alojamento Local em Portugal não só esperam que o Governo reveja esta situação como vai fazer todos os esforços para recuperar este apoio tão necessário nesta altura ainda muito difícil para todos os agentes do Turismo.

Para os dirigentes da Associação do Alojamento Local em Portugal ‘não faz sentido e não é justo que os operadores turísticos morram na praia por falta de apoio. Principalmente depois de terem nadado tanto para lá chegar’.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Imagem: ALEP

**

VILA NOVA: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91 — BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Pub

About Author

Related Articles

Write a Comment

Only registered users can comment.