Apreendidos milhares de artigos pirotécnicos cujo manuseamento indevido pode ter consequências graves

PSP detém comerciante por venda ilegal de petardos e ‘bombinhas’ a jovens alunos de escola de Guimarães

PSP detém comerciante por venda ilegal de petardos e ‘bombinhas’ a jovens alunos de escola de Guimarães

Pub

 

 

A Divisão de Guimarães da Polícia de Segurança Pública (PSP) efetuou hoje de manhã, pelas 11h30, uma ação de fiscalização a um estabelecimento comercial suspeito da venda de artigos pirotécnicos, vulgarmente conhecidos por petardos e bombinhas, a jovens estudantes de uma escola do concelho.

A ação policial surgiu na sequência de diversas denúncias relativas à existência desse tipo de artigos explosivos a circular entre os jovens alunos de uma escola do concelho de Guimarães e que os jovens alunos vendiam estes artigos pirotécnicos entre si, deflagravando-os na escola e suas imediações como se de um brinquedo se tratasse.

Estas ‘bombinhas’ não são brinquedos, mas verdadeiros explosivos que podem provocar acidentes muito graves, sobretudo em crianças e jovens. Assim, a PSP, tendo em conta as suspeitas de venda irregular, atuou e constatou que o proprietário tinha na sua posse para venda a jovens em idade escolar várias embalagens de artigos pirotécnicos diferentes sem controlo de entrada em território nacional. A agravar a situação, a Polícia refere que o estabelecimento comercial não tem licença para a venda deste tipo de produtos pelo que o efetuavam sem qualquer tipo de controlo e segurança, vendendo-os de forma indiscriminada e contrariando todas as normas existentes nesta matéria pondo em perigo os seus compradores, tendo-lhe sido apreendido milhares de artigos pirotécnicos, sem rotulagem.

No decorrer da fiscalização, foi ainda encontrado na posse do proprietário do estabelecimento, um cidadão com 37 anos de idade, uma arma proibida (bastão extensível), pelo que foi o mesmo detido e notificado para comparecer no Tribunal Judicial de Guimarães.

A Polícia de Segurança Pública aproveita a ocasião e apela à população, especialmente aos mais jovens, que não comprem este tipo de produtos, já que, os seus riscos são imprevisíveis. A indevida utilização destes artigos pirotécnicos por crianças pode provocar graves lesões, nomeadamente queimaduras e até amputação de membros. É importante lembrar que as crianças nunca devem transportar artigos pirotécnicos nos bolsos porque podem iniciar-se sozinhos, com o calor e/ou fricção, provocando ferimentos. Não devem também ser apanhados do chão, mesmo que estejam, aparentemente, usados, pois podem restar ainda alguns resíduos de pólvora que provoquem explosão.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Imagem: PSP

**

VILA NOVA: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91 — BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.