Descobrir os recantos da antiga vila medieval, usando como guia um texto e um desenho do foral de Barcelos

Barcelos comemora Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Barcelos comemora Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Pub

 

 

Barcelos comemora mais uma vez o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios que se realiza nos dias 17 e 18 de abril, este ano subordinado ao tema “Passados complexos. Futuros diversos“.

Ao adoptar o tema “Passados Complexos . Futuros Diversos“, o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios convida os participantes a explorar a ideia de reconciliação – mas também de contestação e discussão -, procedendo a uma reflexão crítica do passado. Promove-se, assim, o papel fundamental do património enquanto fator de identidade e agregação de grupos e de comunidades, nas relações entre culturas e na responsabilização coletiva para a proteção e salvaguarda dos atributos, dos significados e valores que constituem a nossa herança comum.

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (DIMS) 2021 constitui, assim, uma oportunidade para sensibilizar comunidades e públicos para uma reflexão sobre o passado e para a importância de preparamos um futuro mais harmonioso, na consciência de que o património deve, sempre, ser factor de união, de partilha, de cidadania e de resiliência na evolução e valorização de sítios, paisagens, práticas e colecções.

Descobrir Barcelos

Respondendo ao desafio da Direção-Geral do Património Cultural, o Município Barcelos convida a uma descoberta dos recantos da antiga vila medieval, usando como guia um texto e um desenho do foral de Barcelos, disponível no site do município barcelense.

“Esse desenho é a vista tirada por Duarte d’Armas, em 1509. Nesses anos, Portugal estava já bem lançado na empresa dos Descobrimentos ultramarinos, mas sobre a Península Ibérica pairavam as sombras do crescente poderio de Castela. O Rei D. Manuel I, temendo uma eventual invasão, incumbiu o escudeiro Duarte d’Armas do levantamento do estado de conservação dos castelos da fronteira, desde Castro Marim no Algarve, até Caminha, na foz do Minho.

Lá partiu o desenhador com o seu ajudante, calcorreando os caminhos da raia com Castela, visitando e desenhando um total de 55 castelos, cujas vistas e plantas foram compiladas num tomo de pergaminho conhecido por Livro das Fortalezas. No seu caminho de regresso a Lisboa, Duarte d’Armas passou por Barcelos e desenhou a vista da vila, desde a margem esquerda do Cávado. Essa representação coincide com o momento de grande vitalidade económica sentida na região nos primeiros anos do século XVI, e marca a transição do burgo para a Idade Moderna”.

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios foi criado pelo International Council on Monuments and Sites e aprovado pela UNESCO, com o objetivo de promover o património e sensibilizar o público para o esforço global despendido na proteção das heranças patrimoniais culturais.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Imagem:
**

VILA NOVA: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL
MBWay: 919983484
Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.
Gratos pelo seu apoio e colaboração.
*

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.