Primeiro português a conquistar medalhas para o atletismo adaptado conquista vaga e qualificação direta para os Jogos Paralímpicos

João Correia a caminho de Tóquio

João Correia a caminho de Tóquio

Pub

 

 

No ano em que completa 20 anos de carreira, o atleta tirsense João Correia, o primeiro atleta português a ganhar uma medalha internacional na modalidade de atletismo em cadeiras de rodas, acaba de conquistar vaga e qualificação direta para representar Portugal nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, que irão decorrer no Japão, entre 24 de agosto e 5 de setembro.  Depois de inúmeras participações em competições nacionais e internacionais, como os campeonatos da Europa de 2003 e 2005, de onde saiu medalhado, João Correia está agora cada vez mais perto de se estarear nos Jogos Paralímpicos.

“A minha carreira é marcada por várias lesões que fazem de cada prova uma questão literal de vida ou morte e, mesmo assim, nunca desisti de fazer o que mais gosto. Depois de várias lesões graves que me impediram de ir aos dois últimos Jogos, finalmente vejo a oportunidade de cumprir o sonho de uma vida e vestir a camisola portuguesa nuns Jogos Paralímpicos”, afirma João Correia, cujo clube é o Centro de Atletismo de Santo Tirso. “Tenho a ambição de chegar à final e poder trazer a melhor classificação possível para Portugal, mas estar nos Jogos já será uma vitória enorme que partilho com a minha família, amigos e todos os que me apoiam”, conclui.

João Correia consegue High Performance Strandard

João Correia alcançou, há um ano, a marca dos 22,01 segundos que o colocou na 5. ª posição do Ranking Mundial (de 24 meses), nos 100m cadeira de rodas, classe T51 e vê agora a sua qualificação confirmada de forma direta, após ter confirmado em 2021 a marca de qualificação HPS (High Performance Standard), ao abrigo dos critérios de qualificação da Federação Portuguesa de Atletismo para os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020: “Atletas posicionados entre os 6 primeiros lugares do Ranking de Qualificação, no período de 1 de abril 2019 a 1 de abril 2021”.

20 anos de entrega desmedida e sem limitação

João Correia nasceu em 1983 e, aos dois anos, sofreu um acidente que o deixou numa cadeira de rodas. Com oito anos, assistiu a uma prova de meia-maratona onde estiveram presentes atletas em cadeiras de rodas. A partir de então, começou a praticar desporto adaptado na Associação Portuguesa de Deficientes (APD) de Braga, tornando-se no primeiro atleta português a ganhar uma medalha internacional, na modalidade de atletismo adaptado em cadeira de rodas.

A sua carreira conta já com 20 anos de duração e mais de 68 participações em provas nacionais e internacionais. Em agosto de 2018, foi alvo de uma delicada cirurgia à cervical, mas João Correia não desistiu e regressou às competições em janeiro de 2019. Enquanto tiver forças, João Correia promete continuar a viver a sua “paixão e entrega desmedida” à modalidade para qual continua a desconhecer a palavra “limitação”, diz.

Olimpismo | A glória de vencer e partilhar o êxito (Montréal, 1976)

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Ensino | Santo Tirso lança Observatório da Educação

Imagens: (0) Susana Luzir + JC / ed VN, (1) JC

**

VILA NOVA: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL
MBWay: 919983484

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.