Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Trofa e Vila do Conde com situação idêntica

Água | Maioria dos furos e poços particulares com água imprópria para consumo em Vila do Conde

Água | Maioria dos furos e poços particulares com água imprópria para consumo em Vila do Conde

Pub

 

 

Maioria dos furos e poços particulares de Vila do Conde possui água imprópria para consumo, esta é a conclusão de um estudo realizado pela INDAQUA, divulgado por ocasião do Dia Mundial da Água que se assinalou esta segunda-feira. A situação é tão mais grave quanto o acesso à rede pública se encontra relativamente facilitado, seja porque está disponibilizado, seja pela proximidade de ligação, mas muitos utilizadores continuam a resistir ao uso de água de qualidade.

A análise de 40 captações particulares de água em Vila do Conde revelou que 70% delas não cumprem os padrões que garantem a segurança e a qualidade da água. O resultado, que levanta preocupações ao nível da saúde pública, é apresentado no estudo “Qualidade da água das captações particulares”, promovido pela INDAQUA com recursos a técnicos e laboratórios independentes.

Esta segunda-feira, Dia Mundial da Água, a INDAQUA veio relembrar que a contaminação deste precioso recurso é, muitas vezes, invisível. Prova disso são as captações particulares, como furos ou poços, que apesar de apresentarem água sem cor, cheiro ou sabor escondem muitas vezes riscos para a saúde de quem a consome.

Água de 70% dos poços e furos analisados em Vila do Conde não tem qualidade

Em Vila do Conde, isso acontece em 70% dos furos e poços analisados pela INDAQUA em 2020. No total, no ano anterior, a empresa analisou 40 captações, mediante autorização de clientes cujos consumos muito baixos (inferiores a 2 m3) revelam a não utilização de água da rede pública para consumo, apesar de a terem disponível em casa. Para todos os casos em incumprimento da legislação relativa à qualidade da água, os clientes foram informados dos riscos que correm ao utilizar as suas captações particulares para consumo humano e receberam os resultados das respetivas análises.

Risco para a saúde pública é geral na área de intervenção da empresa

O estudo abrangeu os seis concelhos onde a INDAQUA está presente, sendo igualmente preocupantes os resultados obtidos: estão contaminadas 77% das 797 captações testadas em Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Trofa e Vila do Conde. Nestes concelhos, a INDAQUA identificou na água bactérias e outros elementos prejudiciais à saúde, que podem provocar, entre outros problemas mais graves, dores abdominais intensas e gastroenterites virais.

Urgência na substituição do consumo a partir de captações próprias pela  rede pública

“O risco para a saúde pública do consumo de água de captações próprias representa deve ser substituído pela segurança de consumir água da rede pública. Diariamente, é nossa missão garantir que a água que chega a casa dos vilacondenses é devidamente testada é tem excelente qualidade para ser consumida”, garante Alexandre Leal, Diretor Geral da INDAQUA Vila do Conde.

“As análises realizadas nestas captações particulares, no âmbito do programa de educação e sensibilização ambiental da INDAQUA, tiveram como objetivo alertar as famílias que não estão ainda ligadas à rede, apesar de a terem disponível junto às suas habitações, ou aquelas que, estando ligadas, continuam a optar por água de poços e furos e até mesmo por água engarrafada”, acrescenta.

Vila do Conde ainda longe do abastecimento pleno através da rede pública

Em Vila do Conde, a taxa de adesão ao abastecimento público de água é de 85%, ou seja, existem 17 mil que ainda não estão ligados à rede, mesmo quando esta existe junto das suas habitações. De recordar ainda que a entidade que regula do setor da água (ERSAR) avaliou em perto de 100% a qualidade da água da torneira fornecida pela INDAQUA neste concelho.

Comunidade | Queima do Judas regressa a Vila do Conde em cocriação coletiva transmitida para todo o mundo

Educação | Póvoa de Varzim promove sessão para educadores

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Imagem: DR

**

VILA NOVA: conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque considera válido o trabalho realizado.

Apoie a VILA NOVA. Efetue um contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL
MBWay: 919983484

Envie-nos os seus dados fiscais. Na volta do correio, receberá o respetivo recibo.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

*



Pub

Categorias: Ambiente, Vila do Conde

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.