José Soares Brandão cria novo modelo mais barato e eficaz

Logística | Investigador da Universidade do Minho premiado por estudo sobre roteamento de veículos

Logística | Investigador da Universidade do Minho premiado por estudo sobre roteamento de veículos

Pub

 

 

Investigador da Escola de Economia e Gestão (EEG) da Universidade do Minho, criou um modelo que consegue reduzir os custos e aumentar a eficiência na logística das empresas. O novo algoritmo criado por José Soares Brandão foi testado num vasto conjunto de problemas da literatura científica, tendo reduzido em cerca de 1% a distância total percorrida pelos veículos de distribuição, relativamente às melhores soluções existentes.

Com este trabalho, publicado no European Journal of Operational Research, José Carlos Soares Brandão venceu ontem o Prémio de Investigação da EEG. O galardão distinguiu o autor desta Escola que teve o artigo científico de 2020 mais votado pelos presidentes dos conselhos científicos das principais faculdades de economia, gestão e ciência política em Portugal.

Em busca de melhores soluções

No artigo A memory-based iterated local search algorithm for the multi-depot open vehicle routing problem/Um algoritmo de busca local iterado baseado em memória para o problema de roteamento de veículos abertos de múltiplos depósitos, José Soares Brandão resolveu um problema que tem sido pouco estudado. Em concreto, a definição das rotas de veículos quando há múltiplos armazéns, a partir dos quais as mercadorias são enviadas aos clientes, tendo como objetivo fazer as entregas requeridas e minimizar os custos da distribuição. A característica mais inovadora do algoritmo proposto é a utilização de memória para orientar a pesquisa das melhores soluções.

Professor na UMinho há mais de 30 anos

José Carlos Soares Brandão nasceu e vive em Braga há 63 anos. É doutorado em Investigação Operacional pela Universidade de Lancaster, no Reino Unido, e está na Universidade do Minho desde 1987. É atualmente diretor do mestrado em Gestão, professor associado com agregação do Departamento de Gestão e investigador do Núcleo de Investigação em Políticas Económicas e Empresariais (NIPE).

O prémio

Prémio de Investigação da EEG, criado em 2009, é entregue em cada cerimónia de aniversário da Escola. Entre os laureados encontram-se Luís Aguiar-Conraria, Odd Rune Straume, Gilberto Loureiro, Francisco Veiga, Linda Veiga, Cristina Amado, Miguel Portela, Rosa Branca Esteves, Nelson Areal e Ricardo Sousa, além de José Soares Brandão.

1ªPágina. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Imagem: UM

*

*
VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é cidadania e serviço público. Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL
MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros. Obrigado pelo seu apoio e colaboração.

*

Pub

Categorias: Braga, Economia, Minho, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.