‘Procedimento partilhado’ para ‘candidatura vencedora’ esbarra em divisão estatutária

Autárquicas | PS indica Hugo Pires como candidato a Braga, concelhia diz que não há decisão

Autárquicas | PS indica Hugo Pires como candidato a Braga, concelhia diz que não há decisão

Pub

 

 

A Comissão Permanente do Partido Socialista (PS) indicou Hugo Pires como candidato à Câmara de Braga nas autárquicas de 2021, mas o presidente da concelhia, Artur Feio, considera que o processo ainda não está fechado.

A indicação do nome de Hugo Pires consta de uma carta datada de 5 de março, assinada pelo secretário-geral adjunto do PS, José Luís Carneiro, e pela secretária nacional para as autarquias, Maria da Luz Rosinha, e enviada ao presidente da Federação Distrital de Braga, Joaquim Barreto.

Seleção dos candidatos a autarcas resulta de ‘procedimento partilhado’

Na carta, a que a Lusa hoje teve acesso e que foi lida na reunião de terça-feira da Comissão Política de Braga do PS, é explicado que a escolha do candidato resultou de uma sondagem.

A carta refere que, no caso das sedes de distrito, foi decidido adotar um “procedimento partilhado” de designação do candidato, concluindo-se com a validação da direção nacional.

“Neste quadro de procedimentos inerentes a uma designação articulada entre as estruturas, foi aceite como metodologia de designação do candidato a presidente de câmara a realização de uma sondagem onde vários nomes seriam avaliados, indicados neste âmbito pelos diversos níveis intervenientes, apurando-se o candidato através da avaliação política na seleção dos nomes e do resultado do estudo a realizar, num processo partilhado”, acrescenta.

Artur Feio, Hugo Pires ou Palmira Maciel?

Em 28 de outubro de 2020, reuniram representantes dos três níveis (concelhio, distrital e nacional) dos órgãos do PS e discutiram e definiram os nomes a constar na sondagem para candidato a Braga.

O presidente da concelhia, Artur Feio, sugeriu o seu próprio nome e o da vereadora Liliana Matos Pereira.

O presidente da Federação, Joaquim Barreto, sugeriu a inclusão da deputada Palmira Maciel.

A direção nacional apontou Hugo Pires, secretário nacional para a Organização do PS e antigo vereador em Braga, que acabou por ser o mais votado.

“Considerando a metodologia de designação adotada e os resultados conhecidos da sondagem realizada, a decisão e escolha deverá, naturalmente, recair no melhor colocado. Em face ao exposto, e no corolário deste processo partilhado e participado pelos três níveis de órgãos do partido, a Comissão Permanente (no uso das suas competências estatuárias) indica o camarada Hugo Pires como Candidato do Partido Socialista à Câmara Municipal de Braga para as eleições autárquicas de 2021”, remata a carta.

‘Unir esforços para candidatura vencedora’

Contactado pela Lusa, Hugo Pires considerou que a escolha do candidato socialista a Braga “é um assunto encerrado”, adiantando que agora é tempo de “todos se sentarem à mesa e unirem esforços” para uma candidatura “forte e vencedora”.

Manifestou ainda “toda a disponibilidade” para integrar o presidente da concelhia, Artur Feio, num “lugar elegível” na lista que vai apresentar.

Artur Feio pretende reversão da escolha de Hugo Pires

Artur Feio, por sua vez, disse à Lusa que o processo de escolha do candidato “ainda não está encerrado”, adiantando que, de acordo com os estatutos do partido, a decisão cabe, em primeira instância, à concelhia, tendo depois também de passar pelo crivo da distrital e da nacional.

“O assunto está em aberto, vamos continuar a discutir o processo”, disse ainda, lembrando que sempre manifestou “total disponibilidade” para ser o candidato do PS.

PS parte em grande desvantagem no combate a Ricardo Rio

A Câmara de Braga é liderada, desde 2013, por Ricardo Rio, eleito pela coligação PSD/CDS/PPM, que nas autárquicas de 2017 conseguiu sete lugares no executivo.

O PS conta com três vereadores e a CDU com um.

Até 2013, e durante 37 anos, a Câmara de Braga foi liderada pelo socialista Mesquita Machado.

Hugo Pires foi vereador no último mandato de Mesquita Machado, sendo atualmente deputado na Assembleia da República.

Governação | As portas da perceção

1ªPágina. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.

Imagem: HP

**

*
VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é cidadania e serviço público. Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL
MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros. Obrigado pelo seu apoio e colaboração.

*

Pub

Categorias: Braga, Local, Política

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.