Equipamento municipal focado no acolhimento e tratamento de animais errantes colocado em segundo lugar nacional em número de adoções

Animalia | Centro de Recolha Animal de Famalicão promoveu a adoção de mais de 500 animais em 2020

Animalia | Centro de Recolha Animal de Famalicão promoveu a adoção de mais de 500 animais em 2020

Pub

 

 

O Centro de Recolha Animal (CROA) de Vila Nova de Famalicão promoveu durante o ano de 2020 a adoção de 565 animais de companhia, um número muito positivo que demonstra bem o dinamismo e a eficiência das ações desenvolvidas por este equipamento municipal focado no acolhimento e tratamento de animais errantes.

Este dado foi revelado através do relatório anual 2020 da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) relativo aos animais nos Centros de Recolha Oficial e coloca Vila Nova de Famalicão no pódio dos CROA com mais animais adotados a nível nacional, posicionando-se em segundo lugar, logo atrás de Lisboa que conseguiu promover a adoção de 863 animais.

De resto, nos últimos anos o CROA de Famalicão tem vindo registar um aumento do número de animais adotados, sendo que passou de 433 animais adotados em 2017 para 565 em 2020.

Trabalho de excelência e sensibilidade dos famalicenses

Para o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, esta preocupação cada vez maior da comunidade com a proteção dos animais do CROA “demonstra por um lado o excelente trabalho que está a ser desenvolvido por este serviço municipal e por outro reflete bem uma maior sensibilidade dos famalicenses para as questões dos animais”.

Ainda no que diz respeito ao trabalho desenvolvido pelo CROA, o relatório anual 2020 da DGAV destaca o número de animais vacinados em 2020, que chegou aos 1.287 e o número de animais recolhidos, 802.

Voluntariado e serviço cívivo desempenham papel exemplar

Segundo o autarca “a proteção dos animais tem sido uma aposta estratégica do município que desde o início deste mandato dedica um pelouro à Defesa dos Animais e tem desenvolvido um conjunto de ações no âmbito da sensibilização, acolhimento, responsabilidade e dedicação animal”.

 “Mas o trabalho da proteção dos animais em Famalicão não se esgota na Câmara Municipal. Há voluntariado, há dever cívico e há grupos informais, associações e até cidadãos neste setor com desempenho de exemplaridade nesta matéria”, acrescentou o autarca.

Novo CROA será realidade muito em breve

O município famalicense tem ainda a decorrer a bom ritmo as obras de construção do novo Centro de Recolha Oficial Animal de Vila Nova de Famalicão que vai nascer junto às instalações atuais do Canil Municipal, numa área de cerca de 5.500 metros quadrados.

Será um equipamento de qualidade que dotará o concelho de um espaço com condições para acolhimento e tratamento de animais errantes. Estará equipado com cerca de 80 boxes para cães, 45 para gatos e 4 para outras espécies.

Melhorar os objetivos sanitários, controlar doenças, melhorar o bem-estar animal e segurança da população, melhorar as condições de trabalho e a funcionalidade do espaço atualmente existente são preocupações que estão na base da construção deste novo equipamento.

Parque Canino de Sinçães, um equipamento inovador

Entretanto, no âmbito das ações de proteção e bem-estar animal, a autarquia inaugurou em junho de 2019 o Parque Canino em Sinçães, junto à Casa das Artes, equipamento raro em Portugal, onde os animais e os seus donos podem brincar em segurança. O espaço dispõe de uma área de 288 metros quadrados que correponderam, na altura, a um investimento de 12.100 euros.

Ética | Procura-se

Img: M VNF

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Famalicão, Local, Minho, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.