Desnivelamento no acesso à autoestrada finalmente aberto ao trânsito

Mobilidade | Conclusão de obras na Rotunda de Silvares vai permitir maior fluidez de tráfego entre A11 e Guimarães

Mobilidade | Conclusão de obras na Rotunda de Silvares vai permitir maior fluidez de tráfego entre A11 e Guimarães

Pub

 

Maior fluidez de tráfego entre A11 e Guimarães é o resultado das obras que, depois de projetadas e concluídas com est eintuito, resolvem finalmente um dos eixos centrais da mobilidade de Guimarães com a inauguração do desnivelamento da rotunda de acesso à autoestrada, em Silvares. A abertura aconteceu na noite desta terça-feira, 9 de março, num ato simbólico com as presenças de Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, e de Carlos Matos, Diretor do Centro Operacional Norte da IP-Infraestruturas de Portugal.

Obra decorreu ao ritmo previsto e sem contratempos

Esta é a concretização de uma obra que cumpriu os prazos definidos, sem derrapagens no orçamento ou acidentes, num facto realçado pelo vice-Presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), José Serrano Gordo. “Há cerca de um ano estávamos em Guimarães a assinar a consignação da empreitada, numa obra realizada em tempos de pandemia, no âmbito do Programa de Valorização das Áreas Empresariais. Num conjunto de 18 obras deste programa, esta é a terceira a ficar concluída, com o objetivo de melhorar as condições de acesso ao tecido empresarial espalhado pelo território”, vincou José Serrano Gordo.

Desnivelamento na rotunda de Silvares permitirá maior fluidez de tráfego

O Presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, destacou a colaboração do Governo neste projeto e as demais entidades envolvidas, com especial destaque para a IP. “Esta é uma obra bem-sucedida e necessária para Guimarães. O desnivelamento na entrada/saída da autoestrada é apenas a primeira fase, que vai permitir maior fluidez de tráfego entre a A11 e a cidade de Guimarães, assim como as freguesias desta zona do concelho”.

Rede viária concelhia em grande transformação

Domingos Bragança sublinhou a “parceria fundamental” com a Infraestruturas de Portugal e apontou para os futuros projetos. “Há um conjunto de projetos que se seguem, com modelos diferentes, como a requalificação da EN 101 que liga Fermentões, Ponte e Taipas e ainda o novo tramo da Via do Avepark de ligação ao Parque de Ciência e Tecnologia. Para a rodovia de Covas, o presidente da Câmara apontou o desnivelamento da rotunda do Salgueiral. “Este trabalho é profícuo para os eixos fundamentais na rede viária de Guimarães e vamos continuar a fazer esse trabalho”, salientou o presidente da Câmara.

Ligação a Famalicão contará com ciclovia

Em outros pontos do concelho, o presidente da Câmara mencionou o reforço da melhoria da rede viária, como na requalificação da EN 206 (Guimarães-Famalicão). “Estamos a trabalhar em cooperação para resolver a centralidade da Vila de Ronfe, com soluções rodoviárias para o século XXI”, frisou Domingos Bragança. O autarca lembrou também que tal cooperação se estende à ciclovia de ligação de Guimarães a Vila Nova de Famalicão, que se estenderá depois até à Póvoa de Varzim.

CJR à altura do desafio

Domingos Bragança vincou ainda a colaboração da equipa técnica da autarquia, assim como da empresa construtora Cândido José Rodrigues S.A. (CJR). “Ninguém perdeu tempo no projeto do desnivelamento de nó de Silvares, foi estabelecido o programa funcional com a Infraestruturas de Portugal, com um projeto validado e lançado concurso e de imediato levaram a obra a execução. O programa de apoio foi apresentado em 2017 e fizeram-se acordos de gestão, depois lançar projeto e obra. Não se pode confundir estas obras estruturantes, por natureza complexas, com as obras de repavimentação. A empresa construtora CJR esteve à altura deste enorme desafio, mesmo em tempo de pandemia, uma vez que o setor da construção não parou e também foram uns heróis”.

O Vice-Presidente da IP-Infraestruturas de Portugal, José Serrano Gordo, salientou ainda o “propósito de potenciar crescimento económico, fixação de população e aumento de emprego” com as obras de melhoria da rede viária em Guimarães, assumindo a repavimentação da Variante de Creixomil até ao final do presente ano.

Na sua VILA NOVA Online, a melhor Informação e Opinião.

Clique aqui e saiba as últimas que temos para lhe dar sobre o Minho e mais alguns concelhos do Douro Litoral, entre eles Barcelos, Braga, Famalicão, Esposende, Guimarães, Póvoa de Varzim, Santo Tirso, Trofa, Viana do Castelo. E mais, muito mais: política, economia, ambiente, ensino, trabalho, cultura, desporto. Visite-nos.




Imagem: M GMR

**

*
VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é cidadania e serviço público. Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL
MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros. Obrigado pelo seu apoio e colaboração.

*

 

Pub

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.