Mais cinco escolas vão passar a usufruir de melhores condições de segurança em relação à saúde dos seus alunos e funcionários

Ensino | Viana do Castelo investe 800 mil euros para remover fibrocimento de edifícios escolares

Ensino | Viana do Castelo investe 800 mil euros para remover fibrocimento de edifícios escolares

Pub

 

 

No seguimento de muitas tomadas de posição no sentido de serem retiradas as coberturas em fibrocimento existentes em muitos espaços públicos, nomeadamente as escolas, a Câmara de Viana do Castelo tem vindo a realizar obras faseadas neste tipo de estabelecimentos no sentido de or ao encontro das necessidades das populações, dadas as nefastas consequências em termos de saúde pública, da nefasta exposição ao amiante existente naquele material.

Assim, o executivo municipal vianense aprovou, por unanimidade, na reunião do seu executivo desta quinta-feira, o relatório final do concurso público para execução da empreitada de “Remoção de fibrocimento nos edifícios escolares – última fase”, que prevê um investimento de aproximadamente 800 mil euros para remover fibrocimento das coberturas de cinco escolas.

A Escola Básica da Abelheira e a Escola Básica Dr. Pedro Barbosa, na cidade; Escola Básica do Foz do Neiva, em Castelo do Neiva e a Escola Básica e Secundária de Arga e Lima, em Lanheses, vão ter as atuais coberturas substituídas por painéis de poliuretano em sistema sandwich. A obra deverá ser executada num prazo de 120 dias a partir da data da consignação.

As empreitadas de retirada das coberturas em fibrocimento das escolas representam um esforço financeiro do Município de Viana do Castelo que vai de encontro às necessidades e anseios da comunidade educativa local.

Este investimento municipal corresponde à última fase da remoção de fibrocimento nos edifícios escolares. Recorde-se que, até 2017, o Município investiu mais de meio milhão de euros na substituição das coberturas em fibrocimento de treze equipamentos escolares, designadamente escolas de ensino básico e jardins-de-infância.



Este investimento abrangeu as seguintes escolas: Escola Básica do 1º Ciclo de Vila Nova de Anha; Escola Básica do 1º Ciclo/Jardim de Infância de Carvoeiro; Escola Básica do 1º Ciclo/Jardim de Infância de Castelo de Neiva; Escola Básica do 1º Ciclo da Areia – Darque; Escola Básica do 1º Ciclo do Cabedelo – Darque; Escola Básica do 1º Ciclo/Jardim de Infância de Monserrate; Escola Básica do 1º Ciclo de S. Romão de Neiva; Escola Básica do 1º Ciclo/Jardim de Infância de Outeiro; Escola Básica do 1º Ciclo de Vila de Punhe; Escola Básica do 1º Ciclo/Jardim de Infância Vila de Franca; e Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim de Infância de Vila Fria.

Saúde | Fenprof, Zero e Mesa exigem retirada do amianto das escolas públicas

Imagem: EB2,3 Dr. Pedro Barbosa

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.