Assinatura para requalificação da Ponte Centenária de Pedorido acontece no dia em que se cumprem 20 anos sobre a tragédia da Ponte Hintze Ribeiro

Construção | CCDR-N celebra acordo para investimento europeu em ponte centenária de Castelo de Paiva

Construção | CCDR-N celebra acordo para investimento europeu em ponte centenária de Castelo de Paiva

Pub

 

 

 

António Cunha, o Presidente da CCDR-N, António Cunha, e Gonçalo Rocha, o Presidente do Município de Castelo de Paiva, celebraram hoje o contrato de financiamento europeu para a recuperação da Ponte Centenária de Pedorido. A data assinala o dia em que se cumprem 20 anos sobre a tragédia da Ponte Hintze Ribeiro, em que morreram 59 pessoas.

No momento, António Cunha destacou “o simbolismo de pontes, que ligam o passado e o futuro” desta data. O Presidente da CCDR-N considera que a queda da Ponte Hintze Ribeiro representa “um momento dramático para esta população mas também para a Região e todo o país”, que a instituição e o Município optaram por assinalar através do “encontro com a história da vida e do trabalho do concelho, e com o futuro desta comunidade”. O também Gestor do Norte 2020 enfatizou ainda o empenho do Município na aplicação de fundos comunitários na reabilitação da Ponte Centenária, de forma a “dar uma nova vida a 128 anos de história”.

Gonçalo Rocha, por sua vez, salientou “a importância do gesto” do Presidente da CCDR-N ao querer dar resposta a um “anseio antigo da comunidade”, que corresponde à restituição da “beleza arquitetónica” da Ponte Centenária de Pedorido. O autarca salientou a importância do dia em causa “no que respeita à memória dos que partiram” mas também como uma data que assinala a recuperação de um edificado que “sem este financiamento seria impossível”. O Presidente do Município paivense afirmou ainda que “o concelho vive, neste momento, um investimento na ordem dos 8 milhões de euros”, em fundos europeus do Norte 2020, o que considera ser “o momento mais alto de investimento vivido pelo município”.



O financiamento comunitário é assegurado pelo NORTE 2020 (Programa Operacional Regional do Norte), gerido pela CCDR-N, e garante um apoio de 444 mil euros a um investimento municipal que ascende a meio milhão de euros.

Literatura | Mia Couto vence 3ª edição do Prémio Literário Manuel de Boaventura

Imagem: CCDR-N

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.