Valorizar e promover território do Minho ao longo de 70 km de Esposende a Terras de Bouro

Peregrinar | S. Bento da Porta Aberta tem Guia do Peregrino

Peregrinar | S. Bento da Porta Aberta tem Guia do Peregrino

Pub

 

 

A Irmandade de S. Bento da Porta Aberta e os municípios da Comunidade Intermunicipal do Cávado – Amares, Barcelos, Braga, Esposende, Terras de Bouro e Vila Verde -, uniram esforços para lançar o Guia do Caminho, uma vez que os Caminhos de peregrinação para São Bento da Porta Aberta têm origem em todo o Minho, com motivação predominantemente religiosa, mas por vezes também lúdica. O Guia servirá de apoio ao peregrino e de elemento promotor do Caminho de São Bento e do território do Cávado.

O trajeto está dividido em sete etapas distintas, desde Fão (Esposende) até S. Bento (Terras de Bouro), num percurso de aproximadamente de 70 quilómetros. No guia encontra-se, para além de orientação geográfica, informações úteis de cariz cultural, ambiental e interpretativa, tais como pontes, igrejas, mosteiros, capelas e santuários. Há igualmente referência a restaurantes, cafés, casas de alojamento local, farmácias e postos de socorro, entre outros pontos de apoio e de interesse. No início, o guia disponibiliza também uma breve contextualização da vida de S. Bento.

Trata-se de um «projeto de peregrinação, não pelo dinheiro que envolveu, mas pelo empenho de todos os que nele participaram», conforme descrito por Luís Macedo, secretário-executivo da CIM do Cávado, aquando do lançamento do guia que pocura valorizar estes trajetos. Surge depois da criação de uma imagem de marca para estes trajetos e respetiva sinalética que tem vindo a ser colocada por toda a região.

Dois mil exemplares foram distribuídos pelos municípios e colocados à disposição em locais como postos de turismo e albergues. O guia poderá ainda ser descarregado em formato digital, aguardando-se também a criação de uma aplicação.

O Santuário de São Bento da Porta Aberta recebe cerca de seis mil peregrinos por ano.

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: LifeStyle, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.