Município bracrense integra Pacto Português para os Plásticos

Ambiente | Braga adopta medidas e aposta na sensibilização para diminuição do uso de plástico

Ambiente | Braga adopta medidas e aposta na sensibilização para diminuição do uso de plástico

Pub

 

 

Braga tem vindo a adoptar medidas e a sensibilizar a população para a diminuição da utilização de plástico, medidas que permitiram a adesão da Autarquia Bracarense ao Pacto Português para os Plásticos (PPP) que estabelece metas específicas para cumprimento pelos seus membros em 2025, nomeadamente a garantia de que 100% das embalagens de plástico serão então reutilizáveis, recicláveis ou comportáveis. A iniciativa, liderada pela Smart Waste Portugal, tem o apoio do Governo e envolve, para lá de autarquias, empresas dos mais diversos ramos de actividade, universidades, associações, gestoras de resíduos e organizações não governamentais (ONG).

Criado com o objectivo de impulsionar a transição para a economia circular para os plásticos em Portugal, o PPP arrancou há um ano atrás com 55 entidades aderentes, contando agora com 97 membros. O Município de Braga considera o balanço  balanço positivo, com a acção da Autarquia centrada na adopção de medidas e acções de sensibilização para diminuir o impacto ambiental do plástico no Concelho.

Para concretizar o Pacto, a Autarquia procedeu à distribuição e colocação de ecopontos em todas as instalações, directa e indirectamente relacionadas consigo, e distribuiu ecopontos obtidos através de projectos financiados aos munícipes e entidades inscritas.

Formação para garantir o futuro

No âmbito da candidatura ao galardão Bandeira Azul da Praia Fluvial de Adaúfe, o Município de Braga realizou ainda uma formação de docentes intitulada “Plásticos no Oceano – origem, impactos e a educação ambiental” que posteriormente deu também lugar a uma sessão pública sobre o tema.

Ainda no campo da formação, em 2019 e 2020, o Município realizou a actividade “Os suspeitos do costume” na Praia Fluvial de Adaúfe, em que utentes do Centro Novais e Sousa recolheram resíduos na sua maioria constituídos por plástico.

Outra das faces visíveis desta iniciativa são as campanhas contra as pontas de cigarro na via pública, uma vez que este material é maioritariamente constituído por plástico.

Motivar para a mudança na Comunidade Municipal e empresas

Já no âmbito do Ano Nacional da Colaboração, em 2019, foi desenvolvida a iniciativa “Braga une-se na preservação da água” e, entre muitas outras actividades, foram disponibilizados cantis reutilizáveis aos funcionários do Município e da AGERE, assim como aos alunos das escolas do Concelho, de forma a reduzir a produção de garrafas de plástico de uso único. Para este fim, foram instalados bebedouros nas instalações municipais para uso dos funcionários e também em diversos espaços públicos que, devido ao contexto pandémico actual, se encontram desactivados.

O Município também procedeu à oferta de sacos de tecido de algodão para substituir os de plástico, numa iniciativa enquadrada na Semana Europeia da Prevenção de Resíduos. Ainda antes da adesão ao PPP, em 2016 e 2018, os sacos foram distribuídos por padarias e pastelarias, em colaboração com a Associação Comercial de Braga e, mais tarde, em 2019 e 2020, em colaboração com a Creative Zone, os sacos foram realizados por utentes de IPSS do Concelho utilizando sobras de tecidos e posteriormente distribuídos pelos estabelecimentos comerciais.

Literatura | Correntes d’Escritas 2021 tem 11 livros de poesia finalistas do Prémio Literário Casino da Póvoa

Empreender | ACIB divulga ‘Benefícios Fiscais para as Empresas’

Imagem: Município de Braga

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.