Nova ‘Bracalândia’ ficará situada nos antigos terrenos da Quinta da Torre, em Montariol

Urbanismo | Braga ‘Melhor Destino Europeu’ verá nascer empreendimento turístico com o maior aquaparque da Península Ibérica

Urbanismo | Braga ‘Melhor Destino Europeu’ verá nascer empreendimento turístico com o maior aquaparque da Península Ibérica

Pub

 

 

Nos terrenos da Quinta da Torre, na zona da Confeiteira, em Braga, vai ser construído um novo empreendimento turístico que incluirá o maior aquaparque da Península Ibérica, um hotel, parque temático de diversões e ainda zonas desportivas e de lazer, acaba de divulgar O Minho. O investimento, que reúne diversos investidores da região, será integralmente privado.

Espera-se que a construção deste empreendimento, que verá associadas componentes de comércio e serviços, consiga atrair milhares de visitantes à ‘capital’ do Minho e agora ‘Melhor Destino [Turístico] Europeu‘ pela segunda vez consecutiva. “É um projeto estruturante, de dezenas de milhões de euros que criará mais de mil postos de trabalho. E é para arrancar este ano”, revelou a O MINHO um dos seus promotores, Ricardo Oliveira, da RSO Architecture.

Os terrenos, numa área total ligeiramente superior a de 33 hectares situam-se junto da antiga pedreira de Montariol e do edifício da antiga adega cooperativa concelhia, estão garantidos. Confinam com os reservatórios de água da cidade e estendem-se até próximo do seminário. A iniciativa, segundo refere o promotor, não colide de algum modo com o Plano Diretor Municipal da cidade.

Investimento em acordo com Plano Diretor Municipal

Nesse documento, o Município de Braga encara esta zona como uma “peça central para o restabelecimento da cidade como destino de animação familiar durante todo o ano, atraindo um maior turismo”, mas também como “proporcionando um espaço de recreação saudável para os residentes e reforçando a marca de Braga como cidade para famílias”, cita a RSO Architecture no seu sítio internet.

O Plano Diretor Municipal cria também “conexões críticas de transporte do centro da cidade ao crescente setor noroeste do município, proporcionando acesso a zonas comerciais de grande formato”, nomeadamente nos setores do entretenimento, educação e recreação e antevê mesmo a criação de futuros empreendimentos comerciais a norte do local, assim “permitindo um crescimento sustentável longe do centro histórico”.

O maior aquaparque da Península

O aquaparque será o maior da Península Ibérica e mesmo a sul de Paris, funcionando durante todo o ano. No verão, como espaço de lazer ao ar livre, e nas restantes épocas do ano, em piscina coberta.

O primeiro passo para o arranque do projeto é a aprovação da proposta de Delimitação de Unidade de Execução, nos termos do PDM, que já entrou nos Serviços de Urbanismo da Câmara Municipal de Braga. Em simultâneo foi igualmente submetido um pedido de Reconhecimento de Interesse Público Estratégico.

Segundo revelou Ricardo Oliveira a’ O Minho, os detalhes da obra serão divulgados quando estiver em fase de discussão pública.

Sonho de nova Bracalândia poderá vir a ser uma realidade

“Entre outras etapas, [o sonho de uma “nova Bracalândia” acalentado por muitos bracarenses de todas as gerações passa agora] pela verificação do cumprimento das normas aplicáveis nos serviços municipais. E venham daí os projetos que tornem ainda mais atrativo o Melhor Destino Europeu!”, congratula-se Ricardo Rio, o autarca bracarense.

Altruísmo | Voluntários e voluntarismos

 

Imagem: RSO Arquitecture

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Recursos | Vila do Conde é o concelho onde se desperdiça menos água

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.