“Pensão na Hora” será realidade ainda este mês de fevereiro

Aposentação | Reforma por velhice passa a poder ser pedida online

Aposentação | Reforma por velhice passa a poder ser pedida online

Pub

 

 

A «Pensão na Hora» vai ser uma realidade ainda este mês de fevereiro, concretizando mais um eixo fundamental do Simplex que desde há anos se exigia. Depois de muitos anos de reclamações pelos beneficiários das pensões de velhice, em especial devido aos atrasos que se fizeram sentir nos últimos anos e que levaram muitos a estarem largos meses à espera da aposentação, o Governo acaba de aprovar, em Conselho de Ministros, um diploma que vai permitir uma maior rapidez de atuação da Segurança Social no pagamento de pensões.

De acordo com o diploma, as pensões de velhice poderão passar a ser requeridas diretamente a partir da Segurança Social Direta. No caso de os beneficiários cumprirem os critérios de atribuição da pensão provisória, o valor da pensão vai ser comunicado no momento do requerimento.

A Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, afirmou que, com esta alteração, «passamos a ter todo o processo de atribuição de pensão por velhice tramitado online, através da Segurança Social Direta» e «a ter, desde logo, um deferimento automático na pensão de velhice».

«Esta é uma mudança radical e será implementada no sistema da Segurança Social Direta online» durante o mês de fevereiro, acrescentou a Ministra.

Atualização extraordinária das pensões

No mesmo Conselho de Ministros desta quinta-feira foi também regulamentada a atualização extraordinária das pensões prevista na Lei do Orçamento do Estado para 2021. Esta é a quinta atualização extraordinária consecutiva e prevê um aumento de dez euros mensais no valor da pensão, garantindo um ganho real de poder de compra aos pensionistas com rendimentos de pensões mais baixos.

Esta atualização extraordinária produz efeitos ao mês de janeiro de 2021, sendo abrangidos os pensionistas de invalidez, velhice e sobrevivência do sistema de Segurança Social, bem como os pensionistas por aposentação, reforma e sobrevivência do regime de proteção social convergente, cujo montante global das pensões seja igual ou inferior a 1,5 vezes o valor do Indexante dos Apoios Socias (IAS) em vigor (ou 658,2 euros). A atualização já foi paga, com retroativos a janeiro, aos pensionistas do Centro Nacional de Pensões e será paga esta sexta-feira, dia 19, aos pensionistas da CGA.

Ana Mendes Godinho referiu que esta medida abrange 1,9 milhões de pessoas. As atualizações extraordinárias garantiram aos pensionistas com pensões até 1,5 IAS um aumento entre os 420 e os 700 euros desde 2015.

Mobilidade | Primeira ligação de ferrovia elétrica entre Portugal e Espanha

Covid-19 | Resposta em rede do Centro de Vacinação Municipal de Santo Tirso permite ter esperança no futuro

Imagem: Olivier Chatel/Unsplash

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.