Oradores convidados da iniciativa: Marçal Grilo, Couto dos Santos, Júlio Pedrosa, David Justino, Nuno Crato e Margarida Mano

Ensino | FNE organiza ciclo de webinários com ex-Ministros da Educação em busca de caminhos para a Escola no pós-pandemia

Ensino | FNE organiza ciclo de webinários com ex-Ministros da Educação em busca de caminhos para a Escola no pós-pandemia

Pub

 

 

Federação Nacional da Educação (FNE) e o Canal4 da Associação para a Formação e Investigação em Educação e Trabalho (AFIET) promovem, entre janeiro e abril de 2021, o ciclo de webinários “Que caminhos para a escola no pós-pandemia?“, que conta com a participação de seis antigos Ministros da Educação. Este ciclo de webinários tem em conta a urgência em debater o presente e o futuro da Educação num tempo considerado de emergência.

Marçal Grilo, Couto dos Santos, Júlio Pedrosa, David Justino, Nuno Crato e Margarida Mano são os oradores convidados desta iniciativa, de quem se esperam respostas para um momento crucial para o sistema educativo, em que a educação está mais que nunca no centro das decisões políticas e sociais.

Algumas interrogações e possíveis respostas

A pandemia de COVID-19 trouxe muitos desafios para a Escola atual e fez perceber a necessidade e urgência de criação de novos caminhos, funcionando também como um “acelerador de futuro”, permitindo uma discussão aberta sobre questões que afetam o futuro do sistema.

Como podem as escolas promover o ensino a distância perante a diversidade de contextos socioeconómicos da população e da dificuldade de acesso de muitas famílias a recursos digitais para a educação a distância? Serão os desafios impostos pela pandemia de COVID-19 a oportunidade de criar as bases para a escola do futuro? Como gerir a possibilidade de introduzir os meios tecnológicos no ensino, mantendo a formação social e presença física do aluno como elemento primordial no ensino? Que mudanças devem ser implementadas na formação de professores? Como adaptar a escola do futuro aos recursos humanos e infraestruturas? Como incentivar a inovação no sistema educativo?

Num tempo de incertezas, em que a FNE reivindica a colocação dos trabalhadores da educação na prioridade de vacinação, este pode ser o momento simbólico onde as respostas a estas e muitas outras questões permitem lançar os alicerces para uma escola mais inclusiva, mais sustentável, e mais preparada para as transições digital e verde, onde o aluno possa vir a responder melhor às necessidades e desafios do mundo atual e do porvir.

Agenda

Estas questões, entre muitas outras, vão estar a debate neste ciclo de webinários:

. 14 de janeiro (17h00)

Eduardo Marçal Grilo (Membro do Conselho de Curadores da Fundação Francisco Manuel dos Santos e Presidente do Conselho Geral da Universidade de Aveiro)

. 11 de fevereiro (17h00)

Júlio Pedrosa (Presidente do Conselho Geral do ISCTE e do Conselho Fiscal da Fundação Bial. Integra o ITQB da Universidade Nova)

. 25 de fevereiro (17h00)

Couto dos Santos (Ministro dos Assuntos Parlamentares, Ministro Adjunto e da Juventude. CEO empresarial e consultor de empresas)

. 11 de março (17h00)

David Justino – (Professor Catedrático da Universidade Nova de Lisboa e Ministro da Educação do XV Governo constitucional)

. 25 de março (17h00)

Nuno Crato (Catedrático de Matemática e Estatística da Universidade Nova. Cientista visitante do Joint Research Center, em Itália)

. 8 de abril (17h00)

Margarida Mano (Professora Auxiliar de Economia e Vice-Reitora da Universidade Católica Portuguesa para a Qualidade, Inovação e Desenvolvimento)

Imagens: FNE

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Agenda, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.