Fomentar o Km.0 como a distância entre produtores e consumidores locais

Consumo | ‘ESLocal’ valoriza ‘Produtos de Esposende’

Consumo | ‘ESLocal’ valoriza ‘Produtos de Esposende’

Pub

 

 

‘Produtos de Esposende’ é o novo selo de origem que pretende aproximar produtores e consumidores e reduzir ao mínimo a distância entre estes dois elementos em pontos opostos da cadeia de produção. A iniciativa, que lança uma nova marca local esposendensem enquadra-se no Programa de Incentivo à Produção e Consumo dos Produtos Endógenos.

Esta nova marca ‘Produtos de Esposende’ fará parte do novo conceito promocional e de divulgação que valorizará os produtos com origem no respetivo concelho e que passarão a ser identificados através de um selo criado para o efeito.

Novo conceito a implementar: ‘ESLocal’

A gastronomia representa um dos mais importantes atrativos turísticos de Esposende, permitindo à região destacar-se e posicionar-se como um destino de referência. Com uma diversidade gastronómica cujas receitas passam de geração em geração, os produtos locais são parte da vida de quem nasce e vive ligado à terra e ao mar.

Num momento particularmente sensível no contexto económico e social, o Município de Esposende acaba de lançar o ‘ESLocal’, um programa no qual se integra o novo selo e que ambiciona ser uma alavanca para fomentar e estimular a produção e o consumo dos produtos locais do concelho.

Um dos desígnios do programa é implementar o conceito de Km.0 (quilómetro zero), o qual promove a proximidade entre a produção e o consumo, de forma a que a distância entre esses dois elementos seja tendencialmente reduzida a “zero”, assim aumentando o consumo e o escoamento dos produtos endógenos. Desta forma, a autarquia pretende apoiar os produtores locais (agricultores, pescadores, pastelarias, artesanato, entre outros), incentivando-os a cuidar da sua profissão como um negócio, protegendo o seu investimento, preservando o meio ambiente e contribuindo para a sustentabilidade do território, com impactos positivos de cariz económico, social e ambiental, numa lógica de economia circular.

Apoiar produtores locais

Para além do Km.0, destacam-se os valores de Slow Food, Comércio Justo, Desperdício Zero, Produção e Consumo Sustentáveis, Redução da Pegada Ecológica dos Alimentos, Biodiversidade, Educação Alimentar e do Gosto, Sazonalidade Alimentar, Dinamização da Economia Local, Economia Circular, Proximidade e Cooperação e Identidade e memória dos saberes e sabores.

O programa pretende, deste modo, desenvolver novas ferramentas de apoio aos produtores locais, estimulando o consumo e o escoamento de produtos como o peixe, hortícolas, doçaria, laticínios e vinhos, entre outros, diretamente para as famílias, lojas locais e restaurantes, criando uma rede de proximidade e até de cooperação entre todos esses agentes económicos.

Todas as informações acerca deste programa, onde se incluem as normas e formulário de inscrição, estão disponíveis online e no portal de turismo.

Na implementação deste “Programa de Incentivo à Produção e Consumo dos Produtos Endógenos: ‘Produtos de Esposende’, o Município de Esposende contará, entre outros, com a colaboração da Cooperativa Agrícola de Esposende, da Associação dos Pescadores Profissionais do Concelho de Esposende e da ACICE – Associação Comercial e Industrial do Concelho de Esposende ao nível do desenvolvimento, acompanhamento e promoção da iniciativa junto dos seus Associados.

Construção | Braga adota licenciamento e procedimentos digitais

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.