Cientista da Universidade do Minho procura perceber como o cérebro prazer e aversão conduzindo a determinados comportamentos

Investigação | Bolsa milionária para famalicense Ana João Rodrigues

Investigação | Bolsa milionária para famalicense Ana João Rodrigues

Pub

 

 

A equipa coordenada pela famalicense Ana João Rodrigues, investigadora do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS) da Escola de Medicina da Universidade do Minho, conquistou uma bolsa atribuída pelo Conselho Europeu de Investigação (ERC) que garante dois milhões de euros para desenvolver o seu projeto de investigação em neurociências. A proposta da equipa liderada pela neurocientista procura perceber de que forma o cérebro perceciona e codifica o prazer e a aversão. “Tentámos perceber como é que os neurónios no nosso cérebro conseguem perceber se o estímulo é positivo ou é negativo”, explica a investigadora.

Ana João Rodrigues destaca que este é o culminar de muitos anos de esforço e do papel da equipa e da instituição neste caminho: “Só conseguimos chegar aqui porque tivemos a sorte de estar numa instituição que acredita no nosso trabalho e que nos dá liberdade para desenvolver projetos ambiciosos e um pouco ‘fora da caixa’”. Uma bolsa ERC é o reconhecimento por pares, a nível internacional, da excelência de investigação de uma equipa e “isso deixa-me extremamente orgulhosa”, confessa, acrescentando que esta “é uma marca de qualidade da investigação científica que qualquer cientista quer alcançar”.

As bolsas científicas ERC são as mais prestigiadas e competitivas da Europa. Premeiam projetos individuais cuja seleção é fundamentada no currículo do investigador e na excelência do projeto a executar. As bolsas de consolidação de carreira, como é o caso, são atribuídas a investigadores que tenham entre sete a doze anos de experiência, após completarem o doutoramento.

Nota Biográfica

Ana João Rodrigues nasceu em Vila Nova de Famalicão há 39 anos. Licenciada em Biologia Aplicada em 2003, na Universidade do Minho, acabou por concluir doutoramento em Ciências da Saúde, em 2008, na Escola de Medicina da Universidade do Minho. Atualmente lidera uma equipa de investigação no ICVS, após larga experiência em laboratórios internacionais de referência nos EUA, Holanda, Itália, Finlândia e Portugal. O seu trabalho de investigação centra-se na forma como o cérebro codifica eventos de prazer e aversão, conducentes a comportamentos.

Nove bolsas ERC para a Universidade do Minho

O projeto agora financiado torna-se o primeiro a receber uma bolsa de consolidação do ERC na Escola de Medicina da UMinho e é a nona bolsa ERC que esta universidade lhe vê ser atribuída. A UMinho já conseguiu, nos diversos concursos, três bolsas avançadas para cientistas estabelecidos (AdG), quatro de consolidação de carreira (CoG) e duas de iniciação de carreira (StG).

Solidariedade | Cruz Vermelha Portuguesa atribui Medalha de Benemerência ao Município de Esposende

Crowdfunding | ‘João Colagem’ quer ganhar forma de livro

Imagem: UMinho

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

*

Obs: envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Mais recentes

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.