Albano Mendes

Música | Julian Argüelles deixa ‘Aqui e Agora’ para memória futura em Guimarães

Música | Julian Argüelles deixa ‘Aqui e Agora’ para memória futura em Guimarães

Pub

 

 

Foi ao som de Mole people que o inglês residente em Portugal Julian Argüelles regressou ao GuimarãesJazz, agora como líder do projeto “Aqui e Agora”. Depois de aqui ter tocado em diversas ocasiões deslocou-se a Guimarães com a sua banda para apresentar o seu último disco, nesta noite tornado público em estreia absoluta.

Trata-se de um septeto ao nível do melhor do jazz nacional da actualidade, no qual se destacam, para lá do próprio Argüelles – saxofone soprano e tenor – ou talvez não, dado o brilho de todos os seus elementos – João Mortágua – saxofone alto – e António Quintino – contrabaixo -, a outra face dos Dead Combo. Em palco estiveram ainda João Almeida – trompete, André Fernandes – guitarra, Eduardo Cardinho – vibrafone, e João Pereira – bateria.

Os sete músicos apresentaram uma toada de melodias simples, mas atraentes, com forte influência tropical, abrilhantando um auditório bem guarnecido de público, entre experts, curiosos e outros ocasionais que não deram o tempo e o dinheiro do bilhete de todo por mal empregue.

O encore, ao contrário do que foi habitual nesta edição do GuimarãesJazz, foi duplo. O último tema, brilhantemente executado, dir-se-ia até mesmo delirantemente executado… levou o público ao êxtase.

Talvez mesmo que o septeto de Julian Argüelles tenha sido o melhor dos melhores entre os vários concertos desta edição 2020.

Au revoir, Julian e amigos

 

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

*

Pub

Categorias: Cultura

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.