‘Mamã, podemos ter um humano de estimação?’

Carolina Allegro recebe Prémio ‘Matilde Rosa Araújo’ 2020 atribuído pelo Município da Trofa

Carolina Allegro recebe Prémio ‘Matilde Rosa Araújo’ 2020 atribuído pelo Município da Trofa

Pub

 

 

Carolina Allegro recebeu o Prémio ‘Matilde Rosa Araújo’ do Concurso Lusófono da Trofa pela livro “Mamã, podemos ter um humano de estimação?”, esta sexta-feira, 20 de novembro. O prémio é promovido com a colaboração do Instituto Camões.

A iniciativa, uma das mais marcantes das celebrações do 22º aniversário do Município da Trofa, destaca-se no cartaz cultural da autarquia, pelo seu impacto internacional, tendo como objetivo principal premiar a criatividade literária de novos autores e ilustradores de contos infantis dos diferentes países de língua oficial portuguesa. A cerimónia decorreu, este ano, por videoconferência.

Carolina Allegro verá a sua obra publicada em 2021

O momento destacou a divulgação dos vencedores do Concurso Lusófono da Trofa “Prémio Matilde Rosa Araújo” 2020, que este na foi atribuído à portuguesa Maria Carolina Sollari Allegro Machado Lopes. A vencedora foi galardoada com um prémio de 2.000,00 euros, atribuído ao conto “Mamã, podemos ter um humano de estimação?”.

Já o Prémio de Melhor Ilustração foi atribuído a Ladeira, igualmente de Portugal, a quem foi atribuído um prémio de 1.500,00 euros, pela ilustração do poema Arco-íris de Matilde Rosa Araújo.

O Prémio Lusofonia, no valor de 1.000,00 euros, foi atribuído a Fernando Adão Carlos, de Angola, pelo conto “A Bicicleta Avó-Mãe”. Esta foi a primeira vez que um autor natural de Angola foi distinguido.

Como habitualmente, a cerimónia contou ainda com a atribuição de Menções Honrosas. Assim, na categoria Conto, foi atribuída ao português Fernando Manuel Amorim Giesta, pelo conto “A horta da Senhora Woolf tem. Batatas e Alfaces tem. Uma linha de comboio tem” e ao brasileiro Diego Alves Amâncio, pelo seu trabalho “Procurando a Raquel”.

Na categoria de ilustração, este ano foi introduzida como novidade a existência de Menções Honrosas e foram atribuídas aos portugueses Pedro Velho e Rafael Mendes Pereira.

Vitória Alves apresenta o vencedor de 2019: ‘O Mistério da Meia Desaparecida’

O momento contou ainda com o lançamento do Conto Vencedor do Concurso Lusófono da Trofa em 2019, “O Mistério da Meia Desaparecida”, da autoria de Vitória Alves e com ilustração de Sandra Sofia Santos, ambas vencedoras da edição 2019 deste Concurso. Esta obra dedicada a criança foi agora lançada, pois em maio último, altura em que estava prevista a sua apresentação, a Feira do Livro da Trofa teve que ser cancelada devido à pandemia.

Este ano, o Concurso Lusófono da Trofa – Prémio Matilde Rosa Araújo viu renovado o júri responsável pela seleção das ilustrações e dos contos vencedores, integrando agora o escritor David Machado, o ilustrador João Vaz de Carvalho, as representantes da Editora Tcharan, Adélia Carvalho (escritora) e Marta Madureira (ilustradora), a representante do Camões, IP, Ana Isabel Soares (Docente na Universidade do Algarve) e o representante da Câmara Municipal da Trofa, João Rosas (bibliotecário).

Esta iniciativa mantém a parceria do Instituto Camões e atingiu este ano a maioridade, já que esta ação nasceu em 2002 como Concurso Literário da Trofa.

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Pub

Categorias: Cultura, Literatura, Trofa

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.