1 ideia, 500 palavras, 5.000 euros

Turismo | Ideias para o turismo de natureza: procuram-se

Turismo | Ideias para o turismo de natureza: procuram-se

Pub

 

 

O Turismo de Natureza e os seus adeptos talvez não estivessem à espera deste desafio, mas a Super Edition da Tomorrow Tourism Leaders(TTL) lançou um repto a toda a comunidade em busca de uma ideia mesmo especial.

Trata-se de uma edição extraordinária do TTL aberta a todas as pessoas, nomeadamente empreendedores – mas não só -, com “vontade em fazer a diferença e dar um contributo para tornar Portugal um destino turístico mais sustentável, desta vez através do produto Turismo de Natureza”.

Tomorrow Tourism Leaders – Super Edition decorre em formato de competição nacional com o objetivo de encontrar novas soluções e criar oportunidades para uma das sete regiões turísticas nacionais (Açores; Alentejo e Ribatejo; Algarve; Centro; Lisboa; Madeira; e Porto e Norte).

500 palavras… e concorre a 5.000,00 euros

O desafio passa por aqui: ‘O Turismo precisa de ti! Envia uma Super ideia para desenvolver o Turismo de Natureza na tua região.

Descreve aqui a tua ideia, tendo em consideração a criatividade e inovação da mesma, e a sua relevância para a Região (limite de 500 carateres)’.

É difícil? Participar é para todos…

As necessidades estão previamente identificadas: apoiar as comunidades locais, respeitar a cultura e a preservação do património natural e edificado e mitigar os impactos negativos no meio ambiente. São prioridades globais que refletem o momento atual, marcado pela crise pandémica. Para lá disso, possibilitam gerar respostas adequadas para os territórios se desenvolverem social e economicamente através do Turismo.

… mas ver implementar o projeto vencedor é apenas para um

O vencedor do Tomorrow Tourism Leaders – Super Edition irá ver o seu projeto ser implementado em colaboração com a respetiva Entidade Regional de Turismo (ERT), já que estas entidades são responsáveis pela promoção e desenvolvimento turístico regional em alinhamento com as diretrizes nacionais para a área do turismo.

De novembro a fevereiro

Quem quiser participar, poderá fazê-lo até 22 de novembro. Na fase de pré-seleção, os interessados, ainda a título individual, devem explicar, até 500 caracteres, a sua ideia para desenvolver o turismo de Natureza na sua região. Após a seleção das melhores respostas, inicia-se a fase de apuramento (de 30 de novembro a 31 de dezembro) na qual os candidatos têm de apresentar a sua proposta com mais detalhe. A final está marcada para 22 e 23 de fevereiro, num evento que se prevê híbrido, mediante o evoluir da situação epidemiológica. Toda a informação está disponível em www.ttl.pt.

Critérios de escolha

O júri vai avaliar os projetos de acordo com vários critérios, mas tendo sempre subjacente a integração do conceito de desenvolvimento sustentável. Criatividade e inovação; capacidade de execução e viabilidade económica; e os impactos ambiental, económico e social serão considerados nas diferentes etapas da competição.

Fórum Turismo e Super Bock Group lançam o desafio

Rui Lopes Ferreira, CEO do Super Bock Group, o proprietário do ‘tal sabor autêntico’, afirma que “é prioritário criar um modelo de economia verdadeiramente inteligente, circular e inclusivo que permita repensar o papel das comunidades e as sirva em pleno. E isso pode ser construído através do Turismo”.

Já António Marto, presidente do Fórum Turismo refere que “chegou o momento de repensar e inovar a união do Turismo com a Natureza. Hoje concretizamos o que temos vindo a desenhar ao longo dos últimos meses: uma competição nacional que procura soluções locais para continuar a garantir a qualidade turística do país”.

A iniciativa conta com o apoio do Turismo de Portugal.

 

Imagem: Paulo Costa

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

*

Pub

Categorias: Agenda, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.