Ordem dos Médicos lança guia prático para ajudar os cidadãos a conviverem com a pandemia

Saúde | Manual de sobrevivência: ‘Viver em Tempo de Covid-19’

Saúde | Manual de sobrevivência: ‘Viver em Tempo de Covid-19’

Pub

 

 

Manual de sobrevivência ao novo coronavírus e respetiva doença Covid-19 é a iniciativa que a Ordem dos Médicos hoje lança destinada a todos os portugueses e portuguesas. O manual conta com a direção científica de Carla Araújo e a contribuição de muitos outros profissionais.

 

Quais os sintomas da COVID-19 e como se diagnostica? Qual a diferença entre isolamento e isolamento profilático? Faço parte de um grupo de risco? Que testes existem? Que cuidados devo ter durante a quarentena e como devo lavar e desinfetar superfícies? Que precauções devo adotar numa ida às compras, num restaurante ou com o telemóvel?

Ficar confuso com a quantidade de informação que por aí circula sobre a pandemia é tão natural quanto beber um copo de água para a imensa maioria dos cidadãos. Desde o mais básico ‘Ponha a máscara / Não use a máscara’ aos procedimentos ou formas de convivência mais complexas e exigentes, estas são algumas das questões abordadas no Manual “Viver em Tempo de Covid-19“, na versão outono/inverno, publicada pela Ordem dos Médicos, em que se pretende esclarecer de forma clara e definitiva à generalidade da população.

Para mais facilmente todos poderem encarar a pandemia com prudência e tranquilidade, todos os grupos foram incluídos, desde os mais novos, aos mais idosos e frágeis, para que médicos e doentes contem com um documento simples e útil, que ajuda e combate a desinformação.

Manual de combate à Covid-19: ferramenta útil e prática

O manual, da autoria da médica internista Carla Araújo, contou com o contributo de vários especialistas e pretende ser uma ferramenta útil, que apresenta a principal informação apoiada na ciência, mas de forma prática e facilmente apreensível.

“Apesar de, desde março, proliferarem informações sobre a Covid-19 nos meios de comunicação
social e nas redes sociais, a verdade é que os cidadãos e doentes que contactam connosco ainda
têm dúvidas sobre procedimentos simples, mas que podem ser determinantes para não adoecerem
ou para não contagiarem outras pessoas na mesma casa quando já estão infetados”, informa
Carla Araújo.

Seguir o caminho da ciência e combater as fake news

“A pandemia tem levado à publicação de muita informação que nem sempre é correta e que, num país com baixa literacia em saúde, torna ainda mais difícil reconhecer o que pode ser certo ou errado. Com a publicação deste manual, a Ordem dos Médicos quer contribuir para travar a Covid-19 também fora dos hospitais e centros de saúde, partilhando um conjunto de informações essenciais para os cidadãos se protegerem a si e às suas famílias”: em casa, na escola, no local de trabalho ou na orática de atividades desportivas de manutenção. “O caminho da pandemia tem de ser o caminho da ciência e de combate à desinformação e às fake news“, detalha Miguel Guimarães, o bastonário da Ordem dos Médicos.

“Todos somos agentes de saúde pública. Só juntos, e devidamente informados, conseguiremos ultrapassar a pandemia que mudou a nossa forma de conviver uns com os outros”, assume a Ordem dos Médicos.

Imagens: OM

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

*

Pub

Categorias: Ciência, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.