notícia . análise . contexto . opinião

Projeto Bardos com origem em protocolo de cooperação estabelecido entre a Pathos e o Município da Póvoa de Varzim

Saúde | ‘As receitas da Nené’ combatem sedentarismo e obesidade infantil

Saúde | ‘As receitas da Nené’ combatem sedentarismo e obesidade infantil

Pub

 

 

As receitas da Nené estão aí acabadinhas de chegar. Ana Teresa Oliveira, nutricionista, e Rita Tomaz, estudante de medicina, meteram mãos à obra e… zumba: nasceu o Projeto Bardos. Com o apoio da Associação Pathos e do Município da Póvoa de Varzim, com quem foi estabelecido um protocolo de cooperação, acaba de ser lançado este novo projeto na área da criação de bons hábitos de alimentação e prática de atividade desportiva.

Este projeto foi criado com o objetivo de combater o sedentarismo e obesidade infantis através de apresentações e animações teatrais de teor pedagógico destinados às crianças em idade de frequentarem o pré-escolar e o primeiro ciclo.

Nené em ação

A Nené, personagem criada pelo Projeto Bardos, da Associação Pathos, vai ensinar as crianças a prepararem receitas de lanches e pequenos almoços saudáveis. As receitas são todas previamente selecionadas pela Rita Tomaz, presidente da Associação e estudante do 5°ano de Medicina do ICBAS – Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, do Porto, e pela nutricionista especializada em Área Clínica e Desportiva, Ana Teresa Oliveira (C.P.: 3983N).

Na impossibilidade de se deslocarem aos estabelecimentos escolares e instituições, por ora o Projeto Bardos vai arrancar no meio digital. Os primeiros vídeos – panquecas e bolachinhas de aveia – já estão a ser disponibilizado nas redes sociais da Associação  desde o início desta semana. Seguir-se-ão novas apresentações nos próximos dias 13, 16, 19 e 22 de novembro.

Imagens: Pathos

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.