53.000,00 € distinguem projeto que promove a saúde e o diagnóstico precoce do cancro oral junto de pessoas com comportamentos de dependência em condições de extrema precaridade económica e social

Cruz Vermelha de Braga recebe Prémio BPI ‘la Caixa’ Solidário

Cruz Vermelha de Braga recebe Prémio BPI ‘la Caixa’ Solidário

Pub

 

 

O Núcleo da Cruz Vermelha Portuguesa de Braga está de parabéns. É um dos 28 vencedores do Prémio BPI ‘la Caixa’ Solidário que atribuiu hoje 750 mil euros a projetos que promovem a transição e a reinserção na vida ativa de jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social, bem como a promoção das suas necessidades básica.

Os projetos distinguidos propõem respostas sociais para apoiar a integração socioprofissional dos grupos mais vulneráveis que viram a situação agravar-se com a crise que resulta da pandemia, nomeadamente migrantes, reclusos e ex-reclusos, pessoas com dependências e famílias com escassos recursos. Entre os projetos distinguidos estão iniciativas que se propõem dotar os beneficiários de competências socioprofissionais, prestar apoio de consultoria para projetos de microempreendedorismo, promover a igualdade de género na vida familiar, regularizar a situação de migrantes e ensinar uma profissão.

Os projetos distinguidos propõem respostas sociais para apoiar a integração socioprofissional dos grupos mais vulneráveis que viram a situação agravar-se com a crise que resulta da pandemia, nomeadamente migrantes, reclusos e ex-reclusos, pessoas com dependências e famílias com escassos recursos.

Cinquenta e três mil euros para rastrear cancro oral 

No caso em apreço, a Fundação BPI ‘la Caixa’ premiou com 53.000,00 euros um projeto da Cruz Vermelha de Braga que se destina a promover a saúde e o diagnóstico precoce do cancro oral junto de pessoas com comportamentos de dependência em condições de extrema precaridade económica e social, por um lado, e a adquirir um novo posto-móvel para rastreios precoces, diagnósticos e encaminhamento para tratamento deste tipo de doença oncológica.

O aumento do desemprego é um dos problemas mais prementes do contexto económico e social provocado pela crise pandémica e afeta, sobretudo, os grupos mais vulneráveis. De acordo com o INE, a taxa de subutilização do trabalho – que inclui desempregados, subemprego e inativos – situou-se, em junho, em 15,5%, abrangendo 828,8 mil pessoas.

BPI ‘la Caixa’ reconhece projetos com componente de generosidade social

Entre os projetos distinguidos estão iniciativas que se propõem dotar os beneficiários de competências socioprofissionais, prestar apoio de consultoria para projetos de microempreendedorismo, promover a igualdade de género na vida familiar, regularizar a situação de migrantes e ensinar uma profissão.

Na área da satisfação de necessidades básicas, encontram-se projetos com várias respostas sociais, onde se incluem: saúde, apoio alimentar, alojamento, combate à exclusão social de jovens, e acolhimento de pacientes e famílias.

A presidir o Júri deste prémio pela terceira vez, o sociólogo António Barreto salientou que “o atual contexto acentua as desigualdades sociais. As instituições hoje premiadas, os seus responsáveis, funcionários e voluntários, prestam um serviço essencial a todos aqueles que necessitam, e são cada vez mais nesta altura”.

No total, foram recebidas 74 candidaturas nesta 5ª edição, que foram avaliadas tendo em conta os critérios de Qualidade, Sustentabilidade e Relevância dos projetos.

Prémios BPI ”la Caixa” 2020 distribuirão 3,75 milhões de euros 

Os Prémios inserem-se na política de responsabilidade social do BPI e são financiados pela Fundação ”la Caixa”, entidade que desde 2018 impulsiona iniciativas de carácter social, científico e cultural. No total são cinco os Prémios BPI ”la Caixa”, no valor de 3,75 milhões de euros, atribuídos anualmente a fim de apoiar projetos de instituições privadas sem fins lucrativos.

Em 2019, o BPI e a Fundação ”la Caixa” contribuíram com um total de mais de 20 milhões de euros para apoiar as áreas da Ciência, Educação, Cultura e Solidariedade Social, tendo esta última representado perto de metade do total das verbas distribuídas em Portugal.

Nos últimos dez anos, em 25 edições concluídas, estes prémios entregaram cerca de 16,6 M.€ para a implementação de 567 projetos de inclusão social em Portugal. Os projetos apoiados já ajudaram mais de 130.000 portugueses.

O BPI e a Fundação ”la Caixa” estabeleceram um acordo de colaboração para o desenvolvimento de projetos de carácter social e cultural em Portugal após a entrada do BPI no grupo CaixaBank.

Projetos distinguidos no Prémio BPI ”la Caixa” Solidário 2020

Foram distinguidos os projetos das seguintes 28 instituições: A.F.S.O. – Associação Família Solidária de Oeiras (LISBOA) | ALKANTARA (LISBOA) | AMU – Ações para um Mundo Unido (LISBOA) | APAC Portugal (LISBOA) | APCL – Associação Portuguesa Contra a Leucemia (LISBOA) | Aproximar Cooperativa de Solidariedade Social (LISBOA) | Associação Betel (PORTO) | Associação Cultural Moinho da Juventude (LISBOA) | Associação de Defesa e Apoio da Vida, ADAV-Coimbra (COIMBRA) | Associação de Moradores do Complexo Habitacional de Ringe (PORTO) | Associação Menos HUB (PORTO) | Associação Novo Futuro  (LISBOA) | Associação Santa Teresa de Jesus Dignidade e Desenvolvimento (LISBOA) | Associação Ser + Pessoa (AVEIRO) |Associação Tempos Brilhantes (GUARDA) | Associação Vida Norte (PORTO) | Centro Social Paroquial São Maximiliano Kolbe (LISBOA) | Comunidade Vida e Paz (LISBOA) | Cruz Vermelha Portuguesa – Centro Humanitário Tavira (FARO) | Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação da Trofa (PORTO) | Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação de Braga (BRAGA) | Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação Gondomar/Valongo (PORTO) | Fundação Benjamim Dias Costa (AVEIRO) | Fundação Dona Laura dos Santos (GUARDA) | JRS PORTUGAL (LISBOA) | MOVE – Associação de Microcrédito e Empreendedorismo (AÇORES – SÃO MIGUEL) | Sapana  (LISBOA) | TESE – Associação para o Desenvolvimento (PORTO) |

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

Imagem: BPI ‘la Caixa’

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Pub

Acerca do Autor

Artigos Relacionados

Comente este artigo

Only registered users can comment.