Conferencistas: Francisco Silva Costa, Guilherme Pozzer e José Manuel Lopes Cordeiro

História | II Ciclo de Conferências do Museu da Indústria Têxtil do Vale do Ave arranca sábado em Famalicão

História | II Ciclo de Conferências do Museu da Indústria Têxtil do Vale do Ave arranca sábado em Famalicão

Pub

 

 

No próximo sábado, 26 de setembro, arranca o II Ciclo de Conferências “Percursos e memórias da indústria na Bacia do Ave. Ciclo de conferências com visita guiada” organizado pelo Museu da Indústria Têxtil do Vale do Ave, em Famalicão. Depois do sucesso da primeira edição, a iniciativa está de regresso adaptando-se ao Plano de Contingência Municipal, limitando a participação nos eventos a 25 participantes. As inscrições são gratuitas e obrigatórias e devem ser realizadas através do email: geral@museudaindustriatextil.org.


A primeira conferência é dedicada ao tema “A importância dos rios para a atividade industrial em Vila Nova de Famalicão: um contributo histórico geográfico a partir dos trabalhos dos serviços hidráulicos” e tem como convidado Francisco Silva Costa, do Departamento de Geografia da Universidade do Minho. A conferência decorre pelas 15h00, na Central Hidroelétrica de Santa Rita, em Fafe.

No dia 21 de novembro, pelas 15h00, acontece a segunda conferência, com visita a Riba de Ave. Guilherme Pozzer da Universidade do Minho abordará o tema “A indústria da Memória: análise da construção simbólica da Sampaio, Ferreira e Companhia como património industrial de Riba de Ave”.

A última conferência, realiza-se a 12 de dezembro, também pelas 15h00, com a visita ao Hotelar Têxtil, instalada na antiga Fábrica de Fiação e Tecidos do Rio Vizela, em Negrelos, Vila das Aves. O coordenador cientifico do Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave, José Manuel Lopes Cordeiro abordará o tema “A evolução societária da Fábrica de Fiação e Tecidos do Rio Vizela no 175.º aniversário da sua fundação (1845-2020)”.

Obs: artigo editado em 21092020, 18h59, corrigindo dia de início do ciclo de conferências.

Fonte e Imagem: Município de Famalicão

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categories: Agenda, Cultura

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.