Medida necessária em função das queixas relativas a assaltos ocorridos com transeuntes em circulação na zona do Braga Parque

Segurança | Braga para Todos quer mais policiamento em S. Victor

Segurança | Braga para Todos quer mais policiamento em S. Victor

 

 

O Braga para Todos quer mais policiamento em S. Victor, em especial na zona do BragaParque, junto à ponte pedonal, e sistemas de videovigilância nas pontes pedonais da cidade, de forma a que estas sejam mais seguras, assim evitando assaltos que moradores da zona afirmam ser frequentes, com maior incidência no final do dia.

O movimento cívico bracarense alerta para o facto de estar a receber denúncias nesse sentido de moradores e de membros do próprio movimento. Segundo refere o BpT, os assaltos estarão a acontecer ao final do dia, quando há menos pessoas a passar em simultâneo. Segundo as descrições, “o assaltante desloca-se em sentido contrário à vítima, rouba a mala e foge na direção do bairro das Enguardas, onde dificilmente é apanhado”.

“A freguesia de S. Victor liga o maior shopping da cidade, local de vários empregos, a U.M. e várias residências ao centro, e está cada vez menos segura”, afirma. Devido à insegurança, “tem sido visível que as mulheres que passam a ponte sozinhas esperam, muitas vezes, que venha alguém que lhes pareça confiável para subir, ou então vão dar a volta, que é um grande desvio”.

O movimento acredita que mais policiamento e a colocação de câmaras de vigilância nestes tabuleiros de travessia pedonal poderiam obviar à “atual insegurança” numa zona de grande fluxo de pessoas que circulam a pé, assim afastando potenciais assaltantes.

“Braga tem hoje artérias mais perigosas que Lisboa, que é uma cidade muito maior mas cada vez mais segura”, conclui o Braga para Todos. A cidade “está muito mais perigosa -não era assim há 15 anos -, porque mal se vê polícia, o que dá segurança aos assaltantes que atuam há anos no mesmo local, da mesma forma e nada lhes acontece. É inadmissível, hoje S. Victor não é uma zona segura”.

 

Fonte e Imagem: BpT

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Categories: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.