Deslocação integrada em roteiro de auscultação da comunidade escolar

Ensino | Deputados do PSD visitam escolas da Póvoa de Lanhoso

Ensino | Deputados do PSD visitam escolas da Póvoa de Lanhoso

 

 

Depois de uma semana dedicada ao arranque do novo letivo, os deputados do PSD terminam o roteiro de auscultação da comunidade escolar com uma visita a escolas do distrito de Braga.

Ainda que sem detalhe, em nota emitida o PSD assinala que “o Governo planeou tarde o ano letivo e tem andado sempre atrasado na concretização de várias medidas indispensáveis para o bom funcionamento das escolas”.

No imediato, está prevista a visita a três estabelecimentos de ensino da Póvoa de Lanhoso, que ocorrerá na próxima segunda-feira, dia 14 de setembro:

9h15 – Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso (Rua da Misericórdia)

10h45 – Escola Básica Integrada do Ave (Rua Professor Francisco Magalhães Machado nº121, Taíde)

12h00 – EB. 2,3 Professor Gonçalo Sampaio (Rua 25 de Novembro, nº 355)

Esta quinta-feira, o Parlamento debateu o “bom funcionamento das escolas no próximo ano letivo”, a pedido dos deputados social-democratas, que reuniram também durante a semana, por videoconferência, com os representantes das Associações de Pais e Associações de Diretores de Escolas, nomeadamente da CONFAP, da ANDAEP, do Conselho das Escolas, da ANDE e da CNIPE.

No debate parlamentar, o PSD salientou que “o regresso à escola é essencial para economia, para o emprego, para a saúde mental dos alunos e para recuperar os custos sociais e educativos de uma tão longa ausência da escola”. Para que tal ocorra, “o Governo tem de dar confiança aos alunos e às suas famílias e a todos aqueles que fazem a Escola acontecer todos os dias, garantindo as condições necessárias para que possa cumprir a sua missão em segurança”, conclui o partido.

 

Fonte: PSD; Imagem: AEGS

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Categories: Agenda, Política

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.