Tiago Simães

Talento Made in Guimarães | Paulo César Gonçalves

Talento Made in Guimarães | Paulo César Gonçalves

Pub

 

 

A pessoa

Jogou futebol juvenil mas um dia decidiu que o jogo não era para ele. Mantém a paixão pelo desporto rei, mas o que ele adora mesmo é escrever e criar – e cria e escreve compulsivamente.

Apreciador consagrado de pudim e panados, o Paulo César Gonçalves é muito sindicalista e, por vezes, extremamente frontal nas críticas; fá-las dessa forma despretensiosa e honesta, com base na sua paixão pela cidade, no seu conhecimento e investigação, pela História, pelas tradições e pelas gentes.

É uma pessoa pura, vertical, boa e genuína, um apaixonado pela escrita e por Guimarães. É fã incondicional dos Beatles e Pink Floyd.

O trabalho e a criação

Estudou línguas na UTAD, na Universidade do Minho e na FLUL (Lisboa). Está neste momento a terminar um curso de estudos culturais.

Criou o Instituto Edgar Allan Poe, juntamente com o amigo Renato Pacheco. Esteve ligado à cerimónia de abertura da CEC2012 enquanto dramaturgo e fazendo trabalho de assessoria ao encenador e ao director artístico, tendo integrado muitos outros projectos nesse ano. Criou um centro artístico de comunidade, em Urgezes – A Vaca Negra.

Escreveu já vários livros, pregões, poemas, letras para músicas e várias peças para teatro. Concebeu guiões de animação para grandes eventos da cidade (Natal e Gualterianas) e numerosos artigos de opinião em jornais.

É reconhecidamente um grande objector em relação ao novo acordo ortográfico (obrigado, Paulo!).

É um autor prolífico de ideias, livros e projectos, que constantemente nos surpreende e continuará certamente a surpreender; muito haveremos ainda de ouvir falar acerca deste homem e do seu talento.

#talentomadeinguimaraes #paulocesargoncalves

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983484

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Crónica, Sociedade

About Author

Tiago Simães

Tiago Simães é natural de Guimarães, onde nasceu em 1980. Após frequentar o Conservatório Regional de Guimarães e a Academia Valentim Moreira de Sá, ingressa na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto, onde se graduou em Formação Musical Específica. Em Itália e Portugal, Estuda Regência Coral, Piano e Composição e Música - Teoria e Pedagogia, na Universidade de Aveiro. Tem participado em inúmeros projectos como artista integrante ou convidado, concertista ou maestro, a solo ou ensemble, tendo-se apresentado em diferentes palcos nacionais e internacionais e em vários estilos musicais e artísticos Lecciona Formação Musical e Classes de Conjunto no Conservatório de Música de Felgueiras desde 2005, tendo aí sido Director Pedagógico. Entre 2009 e 2014 exerce o cargo de Coordenador da Licenciatura em Educação Musical, no Instituto Superior de Ciências Educativas de Odivelas – Pólo de Felgueiras. Foi Director Artístico e Programador da Associação Círculo de Arte e Recreio, entre 2009 e 2013. Colaborou activamente na organização e execução do evento Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura, tendo sido convidado a integrar o Projecto da Área de Comunidade “Outra Voz” como Regente Coral. Compõe o tema sinfónico “Guimarães 2012 – Obra para Orquestra e Coro” interpretado pela FOE sob a direção de Rui Massena. Foi ainda membro da Direcção do Projecto Tempos Cruzados. Enquanto membro directivo da Associação Convívio - entre 2011 e 2013 – é co-fundador e criador da Escola de Jazz do Convívio (Outubro de 2012), da qual foi docente e Director Pedagógico. É fundador do festival “O Verão é Jazz!”. Em 2013 cria o B-JAZZ: Convívio Jazz Choir, do qual é Maestro e Director Artístico até ao presente.. Colabora activamente com inúmeros projectos musicais de todas as áreas, enquanto produtor, músico de estúdio ou/e performer (Let the Jam Roll, José Malhoa, Azeitonas, etc...). É co-responsável pela componente musical do Festival Guimarães Noc Noc. Foi membro da Direcção Executiva e Coordenador do FMRG (Festival de Música Religiosa de Guimarães) desde a sua fundação até 2017 e exerceu as funções de coordenador do FIGG (Festival Internacional de Guitarra de Guimarães) entre 2016 e 2018. Foi co-regente e membro do projecto. Exerceu as funções de co-gestor e programador do São Mamede Centro de Artes e Espectáculos, Director Musical do espectáulo “Humanário Paralelamente à carreira de músico e pedagogo, é empresário, nomeadamente da MVJ e da Relógio de Ideias Produções. É programador do evento anual “Os Clássicos vão ao Interior”, divulgando música erudita pelo interior remoto. Escreve regularmente textos, crónicas e artigos de opinião para vários suportes e sobre os mais variados temas. Lançou o seu primeiro livro “Todos os dias ou não” em Março de 2020 pela Editora Astronauta e está previsto o lançamento do segundo ainda durante o mesmo ano.

Write a Comment

Only registered users can comment.