‘À nossa frente, em mesas distintas, sentam-se dois cavalheiros ainda jovens. O da esquerda…’

Na esplanada da Praia Grande de Porto Covo

Na esplanada da Praia Grande de Porto Covo

Pub

 

 

Há uns dias ainda estávamos na Praia Grande de Porto Covo. Um pouco antes do meio-dia chegávamos ao barzinho da praia. Apesar de ter passado a manhã à sombra do guarda-sol e em breves passeios a molhar os pés, tinha muita sede. Àquela hora a esplanada estava serena ou quase vazia. A Alexandra bebe um panaché e eu um finito, entretidos com o pratinho de tremoços.

À nossa frente, em mesas distintas, sentam-se dois cavalheiros ainda jovens. O da esquerda devia ter uns vinte cinco ou vinte e seis e debruçava-se muito compenetrado sobre um calhamação. Era um romance, de certeza, mas não lhe consigo ver o título. Se calhar era o David Foster Wallace. De vez em quando levanta a cabeça e faz exercícios. Alonga um pouco os braços, roda os cotovelos e faz pequenas revoluções em volta da cervical. Regressa ao livro e ao exercício. Depois levanta-se, como se o romance o chamasse para outro lado, e sai disparado a olhar em frente, talvez chamado por uma estrela ou por coisa mais chã. Sobre a direita está o outro indivíduo. Um pouco mais velho, trinta e tal, t-shirt preta rabiscada por linhas indecifráveis. Reparo que se esforça por guardar um livro na mochila. Nestes preparos parece fazer questão de mostrar bem a capa do que estava a ler. Mein Kampf, de Adolf Hitler. Enquanto guardava solenemente o livro na escuridão do saco, sentia-se observado pela capa. Devia estar a esboçar sorrisos para as gaivotas e a desdenhar de costas a plateia. Algum intelectual, pensei.

Foi o que me pareceu.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

Imagem: Rita Inácio

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Categorias: Crónica, Sociedade

Acerca do Autor

José Miguel Braga

Professor, encenador, ator.

Comente este artigo

Only registered users can comment.