Medidas inserem-se no Plano Estratégico Municipal para o Bem-Estar Animal

Animalia | Esposende prepara a instalação de um Centro de Recolha Oficial e outras infraestruturas destinadas a animais de companhia

Animalia | Esposende prepara a instalação de um Centro de Recolha Oficial e outras infraestruturas destinadas a animais de companhia

 

 

O Município de Esposende vai avançar com a implementação no concelho de um Centro de Recolha Oficial (CRO) de animais, estando já a preparar os procedimentos do processo.

O equipamento, previsto no Plano Estratégico Municipal para o Bem-Estar Animal, permitirá dar cumprimento à legislação referente à proibição do abate de animais errantes como forma de controlo, permitindo a sua recolha, o estabelecimento de apoio clínico, identificação e esterilização e providenciando as melhores condições de vida possíveis até a sua adoção.

Nos últimos anos, verificou-se uma mudança de paradigma no que toca à proteção e bem-estar dos animais, em particular no que se refere aos animais de companhia. As alterações legislativas registadas são disso um claro reflexo, nomeadamente no que se refere às competências do Estado e, em particular, das autarquias locais, que são agora desafiadas a assumir uma posição de garante do bem-estar dos animais.

Neste intuito, e dando cumprimento aos compromissos assumidos em 2018 no âmbito do Plano Estratégico Municipal para o Bem-Estar Animal, o município esposendense tem vindo a desenvolver um amplo conjunto de ações e projetos. Entre estes conta-se o estabelecimento de parcerias e protocolos com a ANIESP – Associação Animal de Esposende, os Bombeiros Voluntários de Fão, as Clínicas Veterinárias concelhias, a Ordem dos Veterinários e a MIACIS – Proteção e Integração Animal, que têm permitido a implementação de um vasto trabalho no âmbito da sensibilização de toda a comunidade, do socorro animal, da adoção de animais abandonados e, ainda, de campanhas de identificação, vacinação e esterilização. Em resultado do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido ao nível da promoção da adoção, já foi concretizada, só este ano, a adoção responsável de 92 animais de companhia, o que demonstra a crescente consciência e sensibilização da população relativamente a esta temática.

Infraestruturas de apoio a animais de companhia e seus proprietários

Para além da criação de WC caninos, foram também instalados, em todo o concelho, dispensadores de sacos de recolha de dejetos caninos associados às papeleiras urbanas nas principais áreas de circulação de pessoas com animais de companhia. É da maior importância que toda a comunidade utilize estes recursos e colabore, assim, na promoção de melhores condições de salubridade do espaço público.

Uma outra iniciativa que visa a promoção da interação dos cães com o seu detentor, promovendo igualmente o convívio com outros animais, foi a criação das Praias para Cães. Agora em época balnear, todos poderão usufruir da companhia dos seus amigos patudos enquanto desfrutam da praia da Ramalha Sul, em Apúlia, e a norte de Suave Mar. Este projeto tem também forte impacto ambiental e de saúde pública, uma vez que evita o acesso dos animais com detentor a zonas concessionadas.

Em perspetiva está também a implementação de projetos de terapia assistida por cães e a criação de um Parque de Agility, prevendo-se, ainda, outras iniciativas ao nível da implementação do Plano Municipal de Bem-Estar Animal.

Fonte: Município de Esposende; Imagens: (0) ANIESP, (1, 2) Município de Esposende

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Categories: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.